Numa conversa com a revista Billboard, Roger Daltrey, o vocalista da lendária banda The Who, previu que sua voz irá acabar dentro de 5 anos, o que marcará o fim de sua carreira.

Daltrey falou sobre suas perspectivas de futuro:

Dentro de cinco anos acho que minha voz irá embora. A idade irá vencer no fim.

Daltrey garante que sua voz está muito bem no momento, mas não crê que isso irá durar. Tanto que vem sendo muito ativo nos últimos anos: lançou no ano passado, As Long As a Have You, seu primeiro álbum solo em 26 anos; mês passado saiu The Who’s Tommy Orchestral, um disco ao vivo com a performance da ópera rock Tommy do The Who acompanhada por uma orquestra; está atualmente em turnê com o The Who em Move On, onde a banda também é acompanhada por uma orquestra; e estão preparando o próximo álbum do The Who, o primeiro em 13 anos.

Mas o cantor deixa claro que tudo isso não é à toa:

Está tendo um efeito fantástico na audiência fazer a turnê do The Who com a orquestra.

Eu só quero que essa turnê termine para que a segunda perna da turnê seja ainda melhor do que a primeira. Vamos ver onde vamos depois dessa. Quero dizer, estamos obviamente chegando ao crepúsculo de nossa carreira ao vivo e estou feliz que estamos fazendo algo como isso.

Daltrey também aproveitou para falar sobre o novo álbum da banda:

Acho que fizemos nosso melhor álbum desde Quadrophenia. Pete [Townshend, guitarrista e compositor do The Who] não perdeu a pegada, ainda é um compositor fabuloso e ainda tem a ponta afiada.

É um comentário corajoso, pois o álbum de 1973, uma ópera rock, foi o último dos grandes clássicos do The Who, que celebrou 50 anos de carreira em 2014.