Numa notícia chocante, o USA Today revelou que a rede de cinemas Cineworld irá fechar todos os seus teatros pelo resto do ano por causa do adiamento de 007 – Sem Tempo para Morrer. A cadeia de cines divulgou ao jornal que a ausência de novos lançamentos torna o negócio da exibição de filmes inviável e pretende reabrir apenas em 2021.

A Cineworld é uma das grandes redes de cinemas do mundo, com sedes na Inglaterra, na Irlanda e nos Estados Unidos, por meio da bandeira Regal.

Apenas dois grandes lançamentos persistiam com planos para lançamento ainda em 2020, como resultado dos cancelamentos causados pela pandemia da Covid-19: Viúva Negra e 007 – Sem Tempo para Morrer, ambos planejados para estrear em novembro, nos dias 06 e 12, respectivamente, após terem sido adiados de suas datas originais, em maio e abril, respectivamente.

Porém, a insistência da pandemia nos EUA e os resultados aquém do esperado do único lançamento que se arriscou a sair nos cinemas em semanas mais recentes, Tenet de Christopher Nolan, mostraram que, como diz a nota da Cineworld, o negócio se tornou inviável.

É uma pena que isso deve implicar em demissões.

Não há uma data de reabertura para a rede, mas 007 – Sem Tempo para Morrer chega aos cinemas em abril e Viúva Negra em maio se tudo der certo. A questão é a empresa conseguir sobreviver sem receitas até lá.

De qualquer modo, é um caso para fazer pensar e deve ter fortes implicações em toda a indústria de entretenimento mundial.