Morreu hoje pela manhã o guitarrista Eddie Van Halen, um dos mais apreciados guitarristas do rock na era pós-clássica e uma grande influência tanto no rock mais popular quanto no heavy metal. O músico faleceu vítima de uma longa batalha contra o câncer.

A notícia foi dada pelo próprio filho do guitarrista, Wolfgan, por meio de suas redes sociais.

Eu não acredito que estou escrevendo isso, mas meu pai, Edward Lodewijk Van Halen, perdeu sua longa e árdua batalha contra o câncer esta manhã. Ele foi o melhor pai que eu poderia pedir. A cada momento que eu compartilhei com ele, dentro ou fora do palco, foi um presente. Meu coração está partido e não acho que irá se recuperar totalmente de sua perda. Eu te amo demais, pop.

Como um dos guitarristas mais influentes dos últimos 40 anos, a morte de Van Halen atinge o meio musical como um rolo compressor e as condolências e homenagens à sua morte estão inundando a internet.

Nascido em Amsterdã, na Holanda, em 26 de janeiro de 1955, Eddie Van Halen veio de uma família de músicos, com seu pai tocando clarinete e saxofone em bandas de jazz, o que levou o pequeno Eddie à música muito cedo, aprendendo primeiro o piano e depois a guitarra. A família se mudou para Pasadena, na Califórnia, em 1962, e depois, se estabeleceu em San Pedro, e tanto Eddie quanto seu irmão mais velho, Alex, se naturalizaram cidadãos estadunidenses. Quando criança, Eddie foi um exímio pianista clássico, ganhando o concurso anual de piano da Long Beach City College durante quatro anos seguidos (1964-1967), mas só se sentiu realmente impactado e transformado pela música quando descobriu o rock, por meio do boom do gênero nos anos 1960 causado pela Invasão Britânica de Beatles e Rolling Stones.

Os irmãos Van Halen, inclusive, começaram a aprender seus instrumentos de modo trocado, com Alex na guitarra e Eddie na bateria, mas depois, perceberam que cada um era melhor no outro e trocaram. Em entrevistas, Eddie afirmou que suas maiores influências na guitarra foram Eric Clapton (ele chegou a dizer que aprendeu a tocar todos os solos dele na banda Cream, nota por nota) e Jimmy Page, do Led Zeppelin.

Van Halen

Eddie e Alex montaram sua primeira banda ainda no Ensino Fundamental, mas o grupo só se tornou algo mais formal e profissional em 1972, e após usarem vários nomes, terminaram chamados apenas de Van Halen em 1974, com sua formação clássica: Eddie Van Halen na guitarra, David Lee Roth nos vocais, Michael Anthony no baixo e Alex Van Halen na bateria. O grupo começou a fazer um nome no circuito de clubes de Los Angeles, mas só conseguiu um contrato com uma gravadora quatro anos depois, lançando o primeiro álbum, Van Halen, em fevereiro de 1978, que fez um sucesso enorme e vendeu mais de 10 milhões de cópias.

O Van Halen se tornou uma das principais bandas de hard rock no cenário que se montou após o rompante do movimento punk. Eram bandas que rompiam com a autoindulgência musical dos anos 1970 ao mesmo tempo em que incorporavam alguns elementos (sonoros e estéticos) do heavy metal nascente e uma pitada da urgência e simplicidade punk, tudo adornado em um rock que era forte e ruidoso no palco, mas podia soar palatável e aprazível no rádio, num intermediário que atraía tanto roqueiros que gostavam de som pesado quanto o grande público que gostava de sons mais brandos. Pela imensa preocupação dos músicos com o visual (cabelos e roupas), o hard rock dos anos 1980 (ou hard rock 80) ganhou o nome pejorativo de hair metal (metal cabelo), que no Brasil ganhou um termo ainda melhor: hard rock farofa.

De qualquer modo, o Van Halen entrou nos anos 1980 como uma banda de muito sucesso e influência, caminhando tranquilo entre os roqueiros barulhentos e ao mesmo tempo frequentando as paradas de sucesso, as rádios populares e os videoclipes da MTV. Isso se refletiu em Eddie Van Halen tocar o solo de guitarra na canção Beat it de Michael Jackson, que foi parte do fenômeno ultramassivo que foi o álbum Thriller, de 1982. Por seu próprio turno, a banda fez muito sucesso em canções como Panama e Jump.

Em 1987, houve um desvio no caminho, quando o vocalista David Lee Roth saiu da banda e foi substituído por Sammy Hagar, e o grupo Van Halen começou a experimentar uma fase de grande rotatividade entre seus músicos.

O filho de Eddie Van Halen, Wolfgan, entrou para a banda em 2006, tocando baixo no lugar de Michael Anthony, quando tinha apenas 15 anos de idade. E passou no teste e permaneceu no grupo. O Van Halen foi adicionado ao Hall da Fama do Rock em 2007.

O guitarrista começou sua longa batalha contra o câncer em 2000, quando a doença se manifestou em sua língua. Ele retirou 1/3 da língua e fez vários tratamentos e terminou declarado curado em 2002; mas a doença voltou em 2011, agora se manifestando no esôfago. Foram muitos tratamentos – tradicionais e alternativos – mas a saúde começou a deteriorar a partir de 2015, e em 2019, uma fotografia do músico com a aparência debilitada circulou nas redes sociais.

Eddie Van Halen tinha 65 anos e morreu em sua casa em Santa Monica, na Califórnia, cercado pela família.