Os Beach Boys se apresentam no Grammy 2012, juntamente a membros de Maroon 5 e Foster the People.

O membro dos Beach Boys, uma das mais importantes bandas do rock clássico nos Estados Unidos, Bruce Johnston, confirmou que lançarão um novo álbum de estúdio com canções inéditas em junho deste ano, para comemorar os 50 anos da banda!

Qualquer notícia sobre novas gravações da banda é boa, mas é de se esperar que pelo menos algo da qualidade que os fez famosos se mantenha. O cantor e baixista afirmou à revista Billboard (aquela que mantém a mais confiável parada de sucessos do mundo):

É tudo totalmente novo. Há muito do som que você esperaria ouvir de Brian [Wilson]

Brian Wilson é não apenas o fundador da banda, mas foi o seu principal compositor e produtor nos anos áureos. Contudo, na segunda metade dos anos 1960, o músico sofreu um grave colapso nervoso que o afastou da banda, da qual só se aproxima eventualmente, desde então. Wilson voltou à atividade nos últimos anos e em 2006 lançou o álbum duplo Smile, a recriação de uma obra que seria lançada pelos Beach Boys em 1967, mas foi descontinuada por causa dos problemas de saúde do compositor. A nova versão foi aclamadíssima pela crítica e o músico realizou uma turnê mundial que passou até pelo Brasil, no Tim Festival.

Os Beach Boys em 2012: Johnston, Jardine, Wilson, Love e Marks.

As novas composições, inclusive, segundo Johnston, estão sendo produzidas por Brian Wilson e Mike Love, a mesma dupla que realizou a maioria dos grandes sucessos do grupo. Love é primo de Wilson e era o principal vocalista da banda em seus tempos áureos. Johnston comenta:

É legal saber que ainda existe um Mike Love e um Brian Wilson para escreverem juntos.

A primeira prova dessa reunião é o single That’s Why God Made the Radio, que já foi parcialmente divulgado. Veja um vídeo com a canção e cenas de bastidores do novo disco:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=_581oQjCwnE

O falecido Carl Wilson será homenageado no álbum.

Porém, não haverá apenas canções inéditas. O próprio Bruce Johnston afirma que estão resgatando uma canção mais antiga, chamada Wave of love, que trará a voz de Carl Wilson, irmão de Brian Wilson, cantor e guitarrista que morreu em 1998. A canção é de autoria do outro guitarrista da banda, Al Jardine, e foi gravada por Carl Wilson como demo e jamais terminada nem lançada. Seria uma homenagem a Carl, outro membro original e que, para muitos críticos, tinha a mais bela entre as vozes dos Beach Boys. É de Carl Wilson os vocais principais de clássicos como Good vibrations e God only knows.

[A canção Wave of love] me lembra o disco Sunflower[de 1970], que provavelmente foi um dos nossos menos vendidos, mas que tem algumas canções maravilhosas. Esse álbum meio que tem elementos de tudo. E agora não temos mais a EMI e a Capitol [gravadoras da banda] agindo da maneira como agiam quando eu entrei na banda [em 1965], tão paranóicos, dizendo “Nós precisamos ter hits! Nós precisamos ter hits! Qual é, isso não é um hit!”. Eles ficavam indo nas gravações e te torturando. Dessa vez, eles ouviram o material e disseram, “Uau, isso é bem legal”.

Os Beach Boys no início da carreira: rivalizando com os Beatles.

De fato, o disco Sunflower está fora do período áureo do grupo, mas muitos críticos o adoram por suas qualidades não-óbvias.

Outra canção não exatamente nova que pode entrar no disco é uma composição do próprio Bruce Johnston, de 1985, chamada She believes in love again:

Eu peguei uma gravação que fizemos em 1985 e tirei a instrumentação, deixei mais suave e finalmente ela ficou perfeita. Não faço ideia se vai entrar ou não. A gravadora escolhe as músicas, não eu.

Também há a faixa Do it again, de 1968, que a banda regravou e liberou na forma de vídeo no ano passado. Porém, nem a banda sabe se essas outras canções estarão na versão final do disco.

Os Beach Boys surgiram na Califórnia nos Estados Unidos, em 1961, formado por três irmãos, Brian (baixo e vocais), Carl (guitarra e vocais) e Dennis Wilson (bateria), mais o primo Mike Love (vocais) e o amigo Al Jardine (guitarra e vocais). Já no ano seguinte, o grupo alçou uma popularidade relativa em seu Estado, porém, foi em 1964, com a Invasão Britânica liderada pelos Beatles, que os Beach Boys foram realmente lançados às alturas, se tornando a banda de rock dos EUA de maior sucesso da época.

Os Beach Boys como sexteto em 1966: Brian, Johnston, Jardine (abaixo), Carl, Dennis e Love.

As composições de Brian Wilson e Mike Love (este, principalmente como letrista) destacavam o estilo de vida “praia, garotas e carros” da ensolarada Califórnia e foram apreciadas no mundo todo, criando um imaginário social fortíssimo sobre o lugar e disseminando a “cultura do surfe” pelo globo. A banda também era a única no mundo com porte o suficiente para disputar com os Beatles pela hegemonia nas paradas de sucesso, um posto que os Rolling Stones só alçaram depois que a carreira dos Beach Boys evanesceu.

Tudo começou em dezembro de 1964, quando a pressão das turnês e do sucesso levaram ao cantor, baixista, pianista, compositor e produtor Brian Wilson sofrer um primeiro colapson nervoso. Daí em diante, o músico deixou de se apresentar ao vivo com a banda para se dedicar exclusivamente ao processo de composição e gravação. Seu lugar nos palcos foi ocupado primeiramente por Glen Campbell, que seguiu uma carreira country de sucesso, e ainda em 1965, por Bruce Johnston. Enquanto a banda seguia nos shows, Brian Wilson começou a usar outros músicos para fazer gravações e os Beach Boys entraram em sua fase de melhor qualidade e maior sucesso, culminando no lançamento do aclamadíssimo álbum Pet Sounds, em 1966, que trazia clássicos como God only knows. Pouco depois, veio o compacto com Good vibrations, o maior sucesso da banda em sua carreira.

Porém, em meio às gravações de Smile (que jamais seriam terminadas pela banda), em 1967, Brian Wilson sofreu outro colapso nervoso e se afastou quase em definitivo da composição e das gravações. Carl e Dennis Wilson, Love, Jardine e Johnston seguiram com a banda, mas a qualidade caiu e o grupo não conseguiu voltar às paradas de sucesso. Ainda assim, alguns críticos gostam de trabalhos como os álbuns Sunflower e  Surf Up, de 1970 e 1971, respectivamente, por revelarem outros lados da banda.

A banda em 1967.

Em 1976, Brian Wilson voltou a tocar com os Beach Boys, mas o grupo não era mais o mesmo, nem ele. A banda prosseguiu gravando até os anos 1980, porém, se nunca voltar à qualidade de seu material original. O baterista Dennis Wilson terminou morrendo afogado em 1983 e a banda teve seu último hit em 1989 com Kokomo, faixa usada no filme Coquetel, com Tom Cruise. Carl Wilson morreu de ataque cardíaco em 1998. Até o ano passado, Mike Love permanecia tocando com uma banda chamada Beach Boys enquanto Brian Wilson se apresentava a solo. Mas o grupo se reuniu no início deste ano para comemorar os seus 50 anos.

A reestreia em público do quinteto com Brian Wilson, Mike Love, Al Jardine, Bruce Johnston e David Marks (guitarrista que tocou com os Beach Boys entre 1962 e 1963, substituindo Jardine) se deu na festa de entrega dos prêmios Grammy, em Los Angeles. em fevereiro deste ano. O novo álbum ainda não tem título oficial.