All-New X-Men 01 traz a equipe original do passado...
All-New X-Men 01 traz a equipe original do passado…

O lançamento da iniciativa Marvel Now, da Marvel Comics, na qual é criado um novo “momento” na cronologia de seu universo ficcional, foi um grande sucesso. A reorganização dos heróis após o megaevento Vingadores versus X-Men deu à editora o seu melhor mês desde que a concorrente DC Comics promoveu um reboot cronológico e editorial em agosto de 2011.

Com isso, das 10 revistas mais vendidas de novembro nos EUA, nada menos do que 08 são da Marvel. Com a tática de zerar as numerações das revistas, temos os novos números 01 de All-New X-Men, Captain America, Deadpool, Hulk, Iron-Man, Fantastic Four, Uncanny Avengers e Thor entre as dez mais.

... para lidar com problemas do presente. Aqui, Ciclope e Magneto juntos.
… para lidar com problemas do presente. Aqui, Ciclope e Magneto juntos.

Algumas delas são novas revistas, como é especialmente o caso de All-New X-Men, a estreia do escritor Brian Michael Bendis – que por mais de oito anos comandou a franquia dos Vingadores – à frente do universo mutante da Marvel. Na trama da revista, que conta com os desenhos do ótimo Stuart Immonenos cinco X-Men originais – as versões adolescentes de Ciclope, Garota Marvel (Jean Grey), Fera, Homem de Gelo e Anjo – são transportados do passado para o presente e passam a interagir com o universo Marvel atual, no qual Ciclope age como um terrorista mutante aliado a Magneto; o Fera está com uma doença mortal e Jean Grey está morta. Ao que tudo indica, essa será uma das principais revistas da editora no novo momento, juntamente com Uncanny Avengers – que aparece na posição 08 do ranking – que traz uma equipe mista com membros dos Vingadores e dos X-Men agindo juntos.

Batman 14 é a segunda revista mais vendida do mês.
Batman 14 é a segunda revista mais vendida do mês.

A DC Comics só emplacou dois números no Top10 do ranking: com Batman 14 em 2º lugar e Justice League 14 como 9ª mais vendida. As duas sempre estão entre as mais vendidas e no caso da primeira, corre o arco de histórias Death of the Family, na qual o Coringa executa um ataque devastador a Batman e seus aliados, que vem fazendo bastante sucesso.

Veja abaixo o ranking com o Top10 e o número de cópias vendidas.

  1. 181,693           All New X-Men #1
  2. 159,729           Batman #14
  3. 123,667           Captain America #1
  4. 118,976           Deadpool #1
  5. 118,200           Indestructible Hulk #1
  6. 116,529           Iron Man #1
  7. 114,532           Fantastic Four #1
  8. 114,257           Uncanny Avengers #2
  9. 113,094           Justice League #14
  10. 110,443           Thor God of Thunder #1
Detalhe da capa de Amazing Spider-Man 698: posição baixa no ranking.
Detalhe da capa de Amazing Spider-Man 698: posição baixa no ranking.

O que mais chama a atenção é o fato de todas as revistas do Top10 terem vendido mais de 100 mil unidades, o que é um fenômeno que não acontece há muito tempo. Mas há muito tempo mesmo! O recorde ainda é o mês de julho de 2007, quando 12 revistas atingiram a marca das 100 mil unidades, na época do final de Guerra Civil na Marvel e do início de Crise Final na DC.

Algumas surpresas aparecem no restante do Top25. Veja lista:

11. 96,436           All New X-Men #2
12.  87,081           X-Men Legacy #1
13.  81,342           Amazing Spider-Man #698
14.  80,701           FF #1
15. 80,128           My Little Pony Friendship Is Magic #1
16.  78,499           Green Lantern #14
17.  77,468           Batgirl #14
18.  75,543           Batman and Robin #14
19.  74,560           Detective Comics #14
20.  72,902           Iron Man #2
21.  67,421           Deadpool #2
22.  65,553           Thor God of Thunder #2
23.  64,406           A Plus X #2
24.  64,341           Action Comics #14
25.  63,932           Masks #1

Deadpool emplacou duas revistas no Top25.
Deadpool emplacou duas revistas no Top25.

Como pode-se perceber, algumas revistas, como All-New X-Men, Iron-Man, Deadpool e Thor God of Thunder, tiveram duas edições computadas no ranking, tão grande o número de pedidos para elas. Vale lembrar que o sistema de vendas de HQs nos EUA segue um modelo de pedidos e encomendas diretas às Comic Shops.

Também é surpreendente uma revista do Pequeno Pônei aparecer em 15º lugar do ranking, quase sempre monopolizado pelos super-heróis.

O sucesso de Marvel Now terminou, ainda, esmagando algumas revistas dentro do ranking. Action Comics, por exemplo, com as histórias do Superman em início de carreira, geralmente, é uma das mais vendidas, caiu para 24º. E o Homem-Aranha mantém-se entre a 10ª e a 20ª posição que ocupa normalmente, porém, era esperando que a nova saga do aracnídeo, que traz uma história muito polêmica – veja aqui – o reposicionasse no ranking. Talvez isso aconteça até a edição 700, quando ocorrerá a grande mudança.

Por fim, vale salientar que o mês de novembro vem a confirmar o ótimo ano dos quadrinhos nos EUA. Apesar de uma pequena queda em relação ao mês de novembro de 2011 – auge do lançamento de Os Novos 52 da DC – de cerca de 1,1%, o ano de 2012 já é em geral 15% maior do que o anterior e tem uma projeção de arrecadação de US$ 475 milhões, uma marca muito alta. A maior desde 1995, no fim da “bolha” do mercado que marcou a época de vendagens mais altas da história recente.

Seguindo esse ritmo e se beneficiando das adaptações cinematográficas de seus personagens, o mercado de quadrinhos nos EUA pode vivenciar outra pequena era de ouro nos próximos tempos. Por enquanto, temos uma recuperação histórica de um mercado que estava em crise há uma década.