Feiticeira Escarlate e Mercúrio nos quadrinhos: drama, traição e filiação perigosa...
Feiticeira Escarlate e Mercúrio nos quadrinhos: drama, traição e filiação perigosa…

Dias atrás, o HQRock noticiou um comentário do diretor Joss Whedon sobre Os Vingadores 2, a sequência do épico do Marvel Studios que reuniu nos cinemas pela primeira vez a equipe de super-heróis daMarvel Comics formada por Capitão América, Thor, Homem de Ferro e Hulk, na qual dizia que tinha terminado a primeira versão do roteiro e que envolvia o arco de um casal de irmãos. Obviamente, em se tratando da superequipe da Marvel, todos pensaram em Feiticeira Escarlate e Mercúrio, dupla que ingressou o time na maior parte do período clássico. Agora, a revista Entertainment Weekly afirma que contactou suas fontes que confirmaram mesmo a presença dos irmãos no longametragem.

Bom, pelo menos na atual versão do roteiro, que pode ser modificada daqui para frente…

Os direitos de uso de Feiticeira Escarlate e Mercúrio pelo Marvel Studios sempre foi um ponto de dúvida, pois apesar do vínculo maior dos personagens com os Vingadores, nos quadrinhos, a dupla surgiu nas revistas dos X-Men e são filhos do vilão Magneto. Por isso, poderiam integrar o conjunto de personagens cujos direitos de adaptação pertencem à 20th Century Fox, responsável pela franquia dos X-Men nos cinemas. Entretanto, declarações anteriores de Kevin Feige, o presidente do Marvel Studios, já diziam que a dupla poderia, por isso, ser usado tanto por eles quanto pela Fox, mediante acordo. E como os irmãos nunca apareceram nem foram citados no universo mutante da Fox (que já teve cinco filmes lançados e prepara mais dois), o Marvel Studios chegou primeiro.

A "Quadrilha do Capitão": Capitão América, Gavião Arqueiro, Mercúrio e Feiticeira Escarlate. Capa de "Avengers 24", de 1966, por Jack Kirby.
A “Quadrilha do Capitão”: Capitão América, Gavião Arqueiro, Mercúrio e Feiticeira Escarlate. Capa de “Avengers 24”, de 1966, por Jack Kirby.

Feiticeira Escarlate e Mercúrio surgiram na revista X-Men 04, de 1963, criados por Stan Lee e Jack Kirby. São irmãos gêmeos com poderes mutantes: ela capaz de manipular as probabilidades e ele pode-se mover a supervelocidade. Na trama, eles são membros da Irmandade de Mutantes, supergrupo de vilões comandados por Magneto, que tomam o poder na República de São Marcos, um país do Leste Europeu. Já nessa primeira aparição, os irmãos são apresentados como relutantes ajudantes de Magneto, inclusive, com Mercúrio ajudando secretamente os X-Men.

Histórias posteriores explorariam esse elemento e revelariam que a dupla se chamava Wanda e Pietro Maximoff, filhos de ciganos do Leste Europeu que foram salvos da morte por Magneto e, por isso, sentiam-se em débito com ele. Contudo, graças aos X-Men, os irmãos livraram-se das garras do vilão e conseguiram exílio nos EUA, onde são convocados pelo Capitão América para ingressar na nova formação dos Vingadores, em Avengers 16, de 1965, também por Stan Lee e Jack Kirby. Os membros originais – Homem de Ferro, Thor, Gigante e Vespa – saíam e davam lugar a uma nova geração.

A nova formação dos Vingadores trazia o Capitão América liderando três ex-criminosos: Feiticeira Escarlate, Mercúrio e o Gavião Arqueiro. Tal fato dá início à segunda fase da equipe, que se tornou menos poderosa e mais dramática, cheia de conflitos internos. Essa nova fase – escrita por Stan Lee e desenhada por Don Heck – colocou o grupo contra vilões como o Espadachim (que mais tarde também ingressaria a equipe), Power-Man, Super-Adaptóide, Dr. Destino e Toupeira. Vários membros temporários também cruzaram o caminho, como Hércules, Viúva Negra e o Cavaleiro Negro, até a equipe efetivar dois ex-membros originais: Golias e Vespa.

Mércurio era apresentado como alguém ranzinza e reclamão, além de ser superprotetor em relação à irmã; enquanto a Feiticeira Escarlate aparentava ser frágil e instável, complementando seus poderes com conhecimentos de magia.

Os irmãos em ação...
Os irmãos em ação…
... durante a Guerra Kree-Skrull...
… durante a Guerra Kree-Skrull…
... na arte de Sal Buscema.
… na arte de Sal Buscema.

A dupla permaneceu nos Vingadores ao longo do restante da década de 1960, atravessando a clássica fase de Roy Thomas e John Buscema, até a saga A Guerra Kree-Skrull, em 1971, a mais clássica aventura da equipe na época. Depois, Mercúrio afastou-se do grupo e terminou mais próximo das aventuras do Quarteto Fantástico ao se envolver (e depois casar) com Cristallis dos Inumanos. Já a Feiticeira Escarlate continuou na equipe durante praticamente toda a década de 1970, casando-se com o também vingador Visão, que era um sintozóide (ou seja, um tipo superavançado de andróide).

Michelline e Byrne revelam que Mercúrio e Feiticeira Escarlate são filhos do vilão Magneto.
Michelline e Byrne revelam que Mercúrio e Feiticeira Escarlate são filhos do vilão Magneto.

Na época da Saga de Korvac, em 1978, outra das clássicas histórias da equipe, Mercúrio voltou a se aproximar da equipe e o arco Cavaleiros de Wundagore, escrito por David Michelinie (com colaboração de Mark Gruenwald e Steven Grant) e desenhado por John Byrne, entre Avengers 181 e 187, finalmente revelou que, na verdade, Feiticeira Escarlate e Mercúrio eram filhos de Magneto e não de Django Maximoff, como pensavam. A história estabelece que um jovem Magneto (sobrevivente de um campo de concentração da II Guerra Mundial) era casado com uma mulher chamada Magda e viva na Europa Oriental (aparentemente, na Polônia) e teve uma filha chamada Anya, que foi morta pelos moradores da vila onde morava após descobrirem seus poderes mutantes. Assustada com as habilidades do marido, Magda fugiu, sem saber que estava grávida de gêmeos.

Cavaleiros de Wudagore traz o primeiro surto da Feiticeira Escarlate. Capa de Avengers 187 por John Byrne.
Cavaleiros de Wundagore traz o primeiro surto da Feiticeira Escarlate. Capa de Avengers 187 por John Byrne.

Ela encontrou abrigo na Montanha de Wundagore, na Trânsia, uma base científica comandada pelo vilão Alto Evolucionário, onde teve os bebês, que depois, foram entregues ao casal de ciganos Django e sua esposa. Mais tarde, seria revelado que Magneto monitorou tudo e não foi coincidência ter recrutado a dupla para seu grupo anos mais tarde.

A descoberta de que Magneto era seu pai abalou a Feiticeira Escarlate profundamente, que terminou se afastando dos Vingadores e usou seus poderes de manipular a realidade para gerar filhos gêmeos com o Visão.

Mercúrio também se afastou e o arco Um dos Nossos, de Denny Fingeroth e Steve Englehart (textos) e Steve Ditko e Mark D. Bright (desenhos), de 1986, o retrata como um vilão, um traidor que usa uma equipe de criminosos, o Zodíaco, para capturá-los.

A Feiticeira Escarlate sed transforma em uma das mais poderosas vilãs. Por John Byrne.
A Feiticeira Escarlate sed transforma em uma das mais poderosas vilãs. Por John Byrne.

No fim da década de 1980, o casal Feiticeira Escarlate e Visão ingressou nos Vingadores da Costa Oeste (equipe derivada) até o escritor e desenhista John Byrne explorar a psiquê da heroína nos arcos A Busca pelo Visão e Mais Escuro que Escarlate, de 1991, no qual o Visão tem sua memória apagada pelo Governo e Wanda descobre que seus filhos não existem e são apenas fruto de sua imaginação e manifestações de seus poderes cada vez maiores.

Como resultado, ela tem um colapso e se torna uma vilã que quase mata os Vingadores. A equipe é salva por Mercúrio, que finge uma aliança com Magneto para derrotá-la.

Família reunida: Magneto, Feiticeira Escarlate e Mercúrio.
Família reunida: Magneto, Feiticeira Escarlate e Mercúrio.

Wanda se recuperaria nas histórias seguintes e terminaria reingressa à equipe em algumas ocasiões; enquanto Mercúrio se redimia de seus pecados. Ele terminaria ingressando na nova encarnação do X-Factor, uma equipe derivada dos X-Men, que agia a mando do Governo dos EUA, em histórias escritas por Peter David.

A heroína recuperada na fase de Busiek e Perez.
A heroína recuperada na fase de Busiek e Perez.

A Feiticeira Escarlate voltou definitivamente aos Vingadores a partir da fase de Kurt Busiek e George Perez, em 1998, onde ela precisava lidar com as consequências de seus atos passados.

A Feiticeira Escarlate: trama de traição para o cinema?
A Feiticeira Escarlate: trama de traição para o cinema?

Por fim, no arco Vingadores: A Queda, de 2004, o escritor Brian Michael Bendis e o desenhista David Finch mostravam Wanda novamente tornando-se uma vilã e se voltando contra a equipe resultando em algumas mortes – como do Visão e do Homem-Formiga II – e no próprio fim da equipe, que só seria reagrupada alguns meses depois numa nova configuração: os Novos Vingadores.

Mercúrio prosseguiu ligado ao X-Factor, que vai ter suas aventuras encerradas em 2013, segundo um anúncio da própria Marvel.

Como se vê, a dupla de irmãos tem um potencial devastador para uma história de traição e pode esperar que Joss Whedon fará algo nesse sentido, já que ele afirmou que novos membros iriam sacudir a equipe.

Os Vingadores 2 será o fechamento da chamada Fase 2 do Marvel Studios, que se desenvolve em Homem de Ferro 3, Thor – O Mundo Sombrio, Capitão América – O Retorno do Primeiro Vingador e Guardiões da Galáxia. Ao que consta, o filme envolverá a ameaça cósmica do supervilão Thanos, que já apareceu brevemente no primeiro filme.

Os Vingadores 2 será escrito e dirigido por Joss Whedon, começa as filmagens em 2014 e terá lançamento em 1º de maio de 2015, nos EUA. O elenco deve reunir novamente Robert Downey Jr. (Tony Stark/Homem de Ferro), Chris Evans (Steve Rogers/Capitão América), Chris Hemsworth (Thor), Mark Ruffalo (Bruce Banner/Hulk), Samuel L. Jackson (Nick Fury), Scarlet Johansson (Natasha Romanoff/Viúva Negra) e Jeremy Renner (Clint Barton/Gavião Arqueiro).

Os Vingadores surgiram em 1963, criados por Stan Lee e Jack Kirby, publicados em The Avengers 01, reunindo personagens já criados previamente. Mais importante supergrupo da Marvel Comics, fazer parte da equipe significa ter um status diferenciado de importância no Universo da editora.