A banda reunida para o anúncio em 2011. Bill Ward é o da esquerda.

Desde o anúncio em 11/11/11 de que o Black Sabbath se reuniria em sua formação original para uma série de concertos e uma turnê mundial, o mundo do rock aguarda ansiosamente pelo evento. Entretanto, uma série de desafios parecem vir das trevas para dificultar tão demoníaco fato.

Depois do anúncio de que o guitarrista Tony Iommi está com câncer – e fazendo o tratamento concomitantemente às gravações e ensaios – agora, os fãs são informados de que o baterista Bill Ward não mais se unirá aos velhos companheiros.

Segundo o músico informou em seu próprio Facebook, o contrato oferecido a ele foi considerável insatisfatório e ele caiu fora do projeto. Ward escreveu que se assinasse, perderia “seus direitos, dignidade e respeito como músico de rock”.

Seus companheiros de banda se limitaram a lamentar o fato, ressaltando que as portas estão abertas, mas os trabalhos continuam:

Ficamos muito tristes ao saber pelo Facebook que Bill recusou publicamente participar dos planos do Black Sabbath. Não temos escolha a não ser continuar gravando sem ele, para quem a porta estará sempre aberta. Ainda estamos no Reino Unido com Tony, escrevendo e gravando o novo álbum. Nos vemos no Download [Festival]!

Não será então desta vez que o Black Sabbath original irá se reunir, mesmo assim, a junção de forças de Ozzy Osbourne, Tony Iommi e Geezer Butler já é algo fantástico e histórico.

Se os planos prosseguirem, o primeiro show da volta do Black Sabbath original será na Inglaterra em 10 junho, no Download Festival. A produção do novo disco é de Rick Rubin.

Leia mais sobre o Sabbath – uma das mais importantes bandas de rock da história e um dos criadores da estética do heavy metal – e seu retorno clicando aqui.