Brian Michael Bendis: o "chefão" da Marvel hoje.

Ao longo da década de 2000 e ainda hoje, o escritor Brian Michael Bendis se tornou o principal roterista da editora Marvel Comics. Entre suas obras de destaque na casa estão a versão Ultimate do Homem-Aranha, uma fase exepcional do Demolidor e as histórias da personagem Jessica Jones, que vão virar uma série de TV ainda este ano (veja mais aqui).

Porém, a maior obra do escritor foi ter transformado os Vingadores no centro do Universo Marvel. A equipe “dos maiores heróis da Terra” vinha em uma longa fase em baixa, então, em 2004, Bendis assumiu o título e mudou tudo!

Os Novos Vingadores: maior sucesso da Marvel nos anos 2000.

Primeiro, destruiu a velha equipe no arco Vingadores: A Queda para, em seguida, criar os Novos Vingadores, retomando o conceito original do grupo: reunir os maiores personagens da Marvel na mesma revista. Para isso, Bendis manteve membros-chave como o Capitão América, o Homem de Ferro e até o Gavião Arqueiro (agora, com outro nome e uniforme, Ronin), mas acrescentou outros que nunca foram fortemente vinculados ao time ou mesmo tenham feito parte da equipe, como Homem-Aranha, Wolverine, Luke Cage e a Mulher-Aranha.

Outra formação dos Novos Vingadores: abordagem nova.

A partir daí, em 2005, os Vingadores passaram a ter a revista mais vendida da Marvel – título que se mantém ainda hoje, em 2012 – e suas aventuras passaram a conduzir todo o Universo Marvel.

Mas Bendis é esperto e quer sair por cima, por isso, já anunciou que ao mesmo tempo em que o filme Os Vingadores chega aos cinemas, ele vai deixar as revistas do time após oito anos (o mais longevo escritor a conduzi-la).

Para onde ele vai? É a grande questão, mas o site Bleeding Cool, que tem um histórico enorme de acertos – ele deu furo da continuação de Watchmen pela DC Comics, por exemplo – anunciou um boato de que Bendis irá escrever os X-Men, a equipe mutante da Marvel também famosa nos cinemas.

História recente dos X-Men: busca por novidades, como em Schism.

É apenas um rumor por enquanto, mas faz todo sentido. Uma vez que a franquia dos Vingadores está estabelecida como a mais rentável da Marvel, é chegada a hora de “levantar” os X-Men, que vão bem nos cinemas, mas nos quadrinhos… Ah, os quadrinhos…

Na verdade, desde 2000, os X-Men só tiveram duas temporadas memoráveis nos quadrinhos. Só duas! Primeiro, com o escritor Grant Morrison escrevendo a revista New X-Men, em parte desenhada por Frank Quitely, que ousou em temas polêmicos e histórias meio malucas.

Em seguida, na revista Astonishing X-Men escrita por Joss Whedon e desenhada por John Cassaday, onde histórias bem escritas e divertidas mantiveram o nível sempre alto.

(E olha que coincidência: é justamente Joss Whedon quem dirige o filme dos Vingadores!)

Poster de Avengers vs. X-Men: Bendis escreverá uma das revistas.

Porém, afora essas duas passagens, os X-Men não têm nada de memorável (e às vezes, nem razoável!) para mostrar. Uma pena, pois já foram o que a Marvel tinha de “mais quente”.

A estratégia pode ser colocar Bendis para levantar a moral dos mutantes. O que o escritor afeito a diálogos longos, engraçadinhos e inteligentes poderia fazer com Ciclope, Wolverine e turma?

Uma prévia será vista na saga Avengers vs. X-Men na qual Bendis escreverá uma das revistas relacionadas mostrando uma batalha entre as duas equipes. Depois disso, o escritor deixa os Vingadores.

Para ir aos X-Men?