Os Beatles ao vivo em Washington: show intenso.

Uma boa notícia para os fãs de rock em geral. Será lançado nos cinemas dos Estados Unidos um filme com a íntegra do primeiro concerto da banda britânica The Beatles em solo norteamericano. Era 1964 e o quarteto de Liverpool já completava um ano de sucesso estrondoso na Europa, mas eram meros desconhecidos do resto do mundo e começavam a se tornar conhecidos nos EUA. Armando uma estratégia de marketing ousada para época, o empresário da banda, Brian Epstein, conseguiu convencer a filial britânica da gravadora EMI, a também poderosa Capitol Records, a lançar os discos dos Beatles nos EUA e marcou uma miniturnê com shows em Nova York e Washington, DC, mais apresentações no The Ed Sullivan Show, a maior audiência da TV no país.

Assim, a beatlemania varreu os Estados Unidos, espalhou o sucesso para o mundo inteiro e deu início ao fenômeno conhecido como Invasão Britânica, quando as bandas de rock da Inglaterra tomaram as paradas dos EUA e obrigaram o país a voltar a produzir rock.

Com tudo isso, o concerto no Washington Colliseum, em 11 de fevereiro de 1964, é um marco histórico. A banda se apresentou em um ringue de boxe, com o público nos quatro lados, com uma bateria giratória para não ignorar nenhuma das plateias, foi filmado em preto e branco com oito câmeras e tocou 12 canções para 8.092 pessoas. Trechos do concerto já foram vistos e ouvidos em documentários, como na série multimídia The Beatles Anthology e em The Beatles – The First U.S. Visit, e mostram um show enérgico, com versões poderosas dos clássicos da banda na época, como I want to hold your hand, She loves you, I saw her standing there e Twist and shout.

George Harrison canta "Roll over beethoven" trocando sinais com John Lennon.

Apesar daqueles trechos conhecidos, a íntegra do concerto estava esquecida há muito tempo. Ela foi restaurada e remasterizada e será exibida em cinemas dos EUA com o nome de The Beatles – The Lost Concert, entre os dias 17 e 22 de maio.

Além do show em si, que só dura 30 minutos (era assim nos anos 1960), há outros 90 minutos de documentário e entrevistas com famosos (membros do Aerosmith e do Strokes), além de pessoas próximas da banda e outras que assistiram ao concerto.

Não há previsões de outros países exibirem o filme, mas surge a oportunidade de um lançamento para o mercado de vídeos domésticos.

O show em Washington foi o marco zero da Invasão Britânica e da ascensão de todo o rock clássico.

Como o HQRock já comentou em outro post, existe uma lacuna alarmante de vídeos dos Beatles no mercado. Não há nenhum vídeo oficial com apresentações (ou mesmo clipes) da banda no mercado, o que é algo difícil de acreditar. Há somente documentários e os longametragens nas quais atuam como atores. Nem o filme Let it Be, que consiste da banda ensaiando e tocando ao vivo próximo de seu fim, jamais foi lançado em DVD ou Blu-ray. No Brasil, há dois DVDs sendo comercializados, Live at the Shea Stadium e Live in Japan, de 1965 e 1966, respectivamente, mas ambos são “piratas”, ou seja, publicados sem a autorização dos artistas. Além disso, embora versões completas desses shows sejam bem conhecidas do mercado (clandestino) internacional, as versões nacionais de ambos são de uma qualidade sofrível, com problemas de imagens (às vezes até ausência delas) e de som, além de uma ausência de edição que chama a atenção até de uma criança de cinco anos.

Quem sabe esse quadro não começa a mudar com The Beatles – The Lost Concert?

Os Beatles surgiram em 1962, advindos da cidade britânica de Liverpool, e alçaram sucesso imediato na Inglaterra, que rapidamente se espalhou para a Europa, para os Estados Unidos e daí para o resto do mundo. Formado por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr, foram a banda pioneira do movimento da Invasão Britânica que fundou o rock clássico e criou as bases modernas do gênero. Lançaram 13 álbuns e são recordistas até hoje em canções de sucesso. Encerraram as atividades em 1970, quando cada um dos membros saiu em carreira individual, todos com sucesso em níveis variados.

Ex-membro da banda, Paul McCartney está neste exato momento em turnê no Brasil.