Dave Grohl (de azul): pausa no Foo Fighters.

O vocalista, guitarrista, compositor e líder do Foo Fighters, Dave Grohl anunciou por meio de sua página oficial do Facebook que a banda está entrando em um período de pausa por tempo indeterminado.

O músico ressaltou que não se trata do fim do grupo, mas apenas de um recesso necessário. No texto, diz:

Não sei quando o Foo Fighters vai tocar novamente. Parece estranho, mas é bom sumir por um tempo. É uma das razões pelas quais ainda estamos aqui. Houve momentos em que achei que não sobreviveríamos. Houve momentos em que quis desistir. Mas eu não desisto desta banda. E nunca irei. Porque não é apenas uma banda para mim. É a minha vida. É minha família. É o meu mundo.

Já houve outras pequenas interrupções na carreira do Foo Fighters no passado, para que Dave Grohl se dedicasse aos seus inúmeros projetos paralelos. Recentemente, o músico se lançou como diretor de um documentário sobre o Sound City, famoso estúdio usado por bandas alternativas.

O Foo Fighters lançou seu último álbum, Wasting Light, no ano passado e fez grande sucesso, sendo, inclusive, o quarto disco mais vendido na Inglaterra em 2011. A banda ainda ganhou cinco prêmios Grammy este ano. A turnê de promoção do disco passou pelo Brasil em abril deste ano, com o Foo Fighters sendo um dos headlines do Lollapalooza Brasil 2012 (num show bastante elogiado). A turnê se encerrou faz pouco tempo nos EUA e a banda se apresentou pela última vez no dia 12 de setembro, no evento de lançamento do iPhone 5 da Apple.

Wasting Light: disco mais recente.

Dave Grohl nasceu em Warren, Ohio, nos EUA, em 1969, e se profissionalizou como músico de punk rock em 1986 como baterista da banda alternativa Scream. Em 1990, foi convidado para ingressar na banda de Seattle Nirvana, que já tinha lançado um álbum e fazia certo sucesso no circuito alternativo. O primeiro disco do Nirvana com Grohl, Nevermind, foi lançado em 1991 e se tornou um fenômeno mundial de vendas e um dos grandes marcos do rock de fim de século, fazendo da banda a mais famosa de seu tempo.

O Nirvana acabou em 1994, com o suicídio do líder Kurt Cobain. Procurando se reinventar após a tragédia, Dave Grohl decidiu ir para a frente do palco e assumir seu lado cantor, compositor e guitarrista que deixara adormecido até então. O projeto Foo Fighters (no qual canta e toca todos os instrumentos) foi lançado em 1995 e, de imediato, foi um grande sucesso de público e crítica. Montando uma banda com o mesmo nome logo em seguida, Grohl passou a girar o mundo, lançado vários outros discos de sucesso e tornando o Foo Fighters uma das maiores bandas de rock da atualidade.

Tendo em vista a qualidade e maturidade da banda em Wasting Light, o Foo Fighters fará falta. Por isso, é torcer para que o recesso não se prolongue demais.