Ryan Reynolds como o Lanterna Verde: fracasso comercial, mas o filme não é de todo mal.
Ryan Reynolds como o Lanterna Verde: fracasso comercial, mas o filme não é de todo mal.

O ator Ryan Reynolds protagonizou uma das mais controversas histórias dentre as adaptações cinematográficas de personagens de super-heróis dos tempos recentes. Escalado para viver o herói homônimo de Lanterna Verde, de 2011, que adaptou o herói cósmico da DC Comics, a grande expectativa em torno do filme terminou se transformando em frustração e em um fracasso retumbante de bilheteria. (Entenda um pouco o que houve neste post do HQRock na época).

Apesar de tudo, ainda há a esperança – ou a intenção – de que Reynolds poderia reprisar o papel em Liga da Justiça, filme sobre o supergrupo de heróis da editora DC Comics, que reúne Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde e Flash. Isso ao menos garantiria um senso de continuidade dentro do universo cinematográfico da DC Comics e, quem sabe, até poderia gerar um Lanterna Verde 2, melhor produzido, num futuro qualquer, desde que sua presença fosse melhor recebida em meio aos colegas de equipe nas telas.

De qualquer modo, o ator se posiciona cheio de reservas sobre esse futuro próximo, afinal, Liga da Justiça pode ser lançado em 2015 ou 2016, a depender de alguns fatores.

Em entrevista à revista Empire, Ryan Reynolds diz que só se interessaria por Liga da Justiça caso fosse um projeto muito especial.

Se você vai fazer filmes de quadrinhos nessa veia você realmente precisa fazer direito. Joss Whedon é um cara que conseguiu isso, Christopher Nolan  também. Se eles forem fazer assim, claro que seria interessante fazer parte. Trabalhando no Lanterna Verde percebi o quanto é difícil tornar esse conceito palatável e como tudo pode ser meio confuso quando você não sabe realmente para onde está indo e não sabe realmente como acessar aquele mundo que os fãs dos quadrinhos são apaixonados e vem acessando há décadas. Então, neste momento, tenho pouco interesse em fazer parte disso, mas, como sempre, um bom roteiro e um ótimo diretor podem mudar isso.

Porém, tendo em vista o fracasso de Lanterna Verde, seria até surpreendente que Reynolds fosse convidado para o papel.

Existe chance de Reynolds voltar a usar o anel, afinal?
Existe chance de Reynolds voltar a usar o anel, afinal?

A vantagem disso, caso acontecesse, é que pouparia a Warner de ter que explicar demais os personagens e suas origens, a partir do momento em que três deles já teriam sido apresentados ao grande público: Batman (com os filmes de Christopher Nolan), Superman (como o novo O Homem de Aço) e o Lanterna Verde de Reynolds. Assim, caberia usar o recurso de “introdução pelos olhos de…” – muito comum no cinema – para colocar Flash e Mulher-Maravilha.

Esse recurso de introdução é aquele em que um novo universo é apresentado ao expectador por meio dos olhos de um personagem que também está sendo apresentado a esse universo. É o caso de Wolverine e Vampira em X-Men – O Filme ou o elenco terráqueo em Thor ou de modo mais discreto o Capitão América em Os Vingadores.

Liga da Justiça: nas mãos de Nolan e Snyder?
Liga da Justiça: nas mãos de Nolan e Snyder?

Os últimos rumores sobre Liga da Justiça apontam que a Warner descartou o roteiro escrito por Will Beal e vai recomeçar o projeto, agora, nas mãos de Christopher Nolan como produtor, ao lado de Zack Snyder (diretor de 300, Watchmen e do novo Superman). Segundo o site Latino Review, sempre muito bem informado, a ideia seria unir Henry Cavill (o novo Superman) a Christian Bale (o Batman da Trilogia Cavaleiro das Trevas) no filme da equipe.

A premissa do roteiro de Will Beal envolvia Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde e Flash unindo suas forças contra a ameaça do vilão Darkseid. É possível que isto seja mantido no novo projeto. A Warner aguarda apenas os resultados de bilheteria de Superman – O Homem de Aço para dar o sinal verde oficial à produção.

O Lanterna Verde teve sua primeira versão criada em 1940, pelo escritor Bill Finger (também cocriador do Batman) e do desenhista Martin Nodell; mas é a segunda versão do personagem que se tornou mais famosa: o piloto de testes Hal Jordan, selecionado para fazer parte de uma espécie de força policial intergalática chamada Tropa dos Lanternas Verdes e surgiu nos quadrinhos em 1959 nas mãos do editor Julius Schwartz, do escritor John Broome e do desenhista Gil Kane. Desde então, é um dos principais personagens da DC Comics. Também é um dos membros fundadores da Liga da Justiça.

A Liga da Justiça foi criada por Gardner Fox e Mike Sekowski, em 1960, reunindo heróis previamente criados. Formado pelos maiores heróis da DC Comics – Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde, Flash, Arqueiro Verde, Aquaman etc. – a equipe sempre teve destaque em sua cronologia. Desde o reboot cronológico e editorial da DC em 2011, a revista Justice League é uma das de maior sucesso do mercado de quadrinhos atuais.