Ano Zero: Nova origem.
Ano Zero: Nova origem.

Dois eventos importantes estão prestes a iniciar na editora DC Comics, que publica os super-heróis como Superman, Batman e Mulher-Maravilha.

Primeiramente, temos a nova origem do Batman, que começa a ser contada na revista mensal Batman 21, com lançamento nas próximas semanas. Batman: Zero Year será escrita por Scott Snyder e desenhada por Greg Capullo, a mesma dupla que cuida da revista Batman desde setembro de 2011, quando se iniciou a reformulação editorial e cronológica da editora, chamada Os Novos 52. Ano Zero mostrará uma nova versão da origem do Batman, centrada nos eventos anteriores à estreia do Batman.

Em suas declarações, Snyder vem mostrando uma preocupação grande em desvencilhar sua história de Batman: Ano Um, a icônica história de origem definitiva do personagem, publicada pela DC Comics em 1987, com textos de Frank Miller e desenhos de David Mazzucchelli. (E que foi adaptada como um longametragem em desenho animado pela DC Animated, veja aqui).

Alfred e Bruce Wayne conversam.
Alfred e Bruce Wayne conversam.

Não está claro se Ano Zero respeitará a cronologia estabelecida em Ano Um e servirá como um tipo de complemento, ou criará uma ambientação nova. A proposta dos Novos 52 é reformular as cronologias dos personagens da DC, contudo, enquanto personagens como Superman e Mulher-Maravilha foram bastante afetados, o mesmo não se deu com Batman e Lanterna Verde, que eram os maiores sucessos de vendas da editora há época do início do megaevento. Declarações oficiais diziam que a cronologia desses dois últimos praticamente não seria afetada por que estavam já antes bem ajustadas às modificações requeridas por Os Novos 52.

Os Novos 52 rejuvenesceu os personagens da DC Comics, estabelecendo que seus principais heróis só surgiram há cerca de cinco anos atrás, colocando-os, então, na faixa dos vintes anos de idade. A metade do que teriam na cronologia regular que imperava desde Crise nas Infinitas Terras – outro megaevento e reformulação cronológica e editorial – publicada em 1985. Conhecça a velha cronologia do Batman aqui.

As primeiras imagens de Ano Zero não deixam claro a questão e mostram um diálogo entre Alfred Pennyworth e Bruce Wayne pouco depois dele ter voltado a Gotham City após anos viajando pelo mundo, e antes dele se tornar o Batman propriamente dito.

Em Ano Um vemos Bruce Wayne retornar à Gotham num mês de janeiro e em abril começa a agir como o Batman, depois de testar outras estratégias de ação. Esta história serviu de base para o filme Batman Begins, embora as tramas sejam bem distintas.

Ano Zero deve incorporar vários elementos daquele filme. Um deles já aparece no diálogo revelado: que Bruce Wayne é declarado morto depois de anos desaparecido e que ele aproveita esse status para começar a organizar sua guerrilha contra o crime.

A capa de Green Lantern 21: nova fase.
A capa de Green Lantern 21: nova fase.

Além do homem-morcego, outro destaque na DC Comics nos próximos meses é o fim da longa e profícua temporada de Geoff Johns à frente dos roteiros do Lanterna Verde. Desde que assumiu o personagem, lá atrás em 2006, Johns reformulou o personagem Hal Jordan, tornando-o o maior vendedor de revistas da editora depois do Batman e num personagem queridíssimo pelos fãs de quadrinhos e cultura pop em geral. A fase de Johns atravessou o início de Os Novos 52, na qual o próprio escritor é o grande criador e responsável.

Não à toa, Geoff Johns hoje é o Diretor Criativo da DC Entertainment, a holding da empresa que cuida dos quadrinhos, desenhos animados, filme, jogos etc.

Primeira página da nova fase.
Primeira página da nova fase.

Sua longa colaboração com o Lanterna Verde se encerra na revista Green Lantern 20. Uma nova fase se iniciará na edição 21, com textos de Robert Venditti e desenhos de Billy Tan.

Johns transformou o Lanterna Verde em uma potência no mercado de quadrinhos atuais (com várias revistas correlatas e derivadas). Portanto, a responsabilidade da nova dupla é enorme.

Batman foi criado pelo cartunista Bob Kane em 1939 e desde então é publicado pela DC Comics.

O Lanterna Verde teve sua primeira versão criada em 1940, pelo escritor Bill Finger (também cocriador do Batman) e do desenhista Martin Nodell; mas é a segunda versão do personagem que se tornou mais famosa: o piloto de testes Hal Jordan, selecionado para fazer parte de uma espécie de força policial intergalática chamada Tropa dos Lanternas Verdes e surgiu nos quadrinhos em 1959 nas mãos do editor Julius Schwartz, do escritor John Broome e do desenhista Gil Kane. Desde então, é um dos principais personagens da DC Comics. Também é um dos membros fundadores da Liga da Justiça.