Em 2014, a Marvel Comics surpreendeu todo mundo com o cancelamento da revista do Quarteto Fantástico. Embora o grupo estivesse longíssimo de seu apogeu, o Quarteto foi a revista que deu o pontapé inicial da era moderna da Marvel e onde a dupla Stan Lee e Jack Kirby produziu seu mais longevo e aclamado trabalho, na década de 1960. Na ocasião, a Marvel afirmou que o cancelamento se devia à baixa vendagem da revista na última década, mas desde o início surgiu um rumor de que o real motivo era o fato dos direitos de adaptação ao cinema (e o merchandising) pertencerem à 20th Century Fox, algo que a editora sempre negou. E continua negando: mês passado mesmo, o vice-presidente de publicações da Marvel Comics, Tom Brevoort, reafirmou a queda nas vendas como motivação. Porém, em uma entrevista agora, o antigo escritor da revista Fantastic Four reafirma que o motivo do cancelamento foi o cinema!

Numa conversa com o Newsarama, Jonathan Hickman disse:

Eu acho que agora já é de conhecimento geral que a Marvel não está publicando o Quarteto Fantástico por causa de seu desintendimento com a Fox. Apesar disso me atingir diretamente, eu entendo completamente, porque… Bem… Não é como se eles não tivessem motivos. A Fox precisa fazer um trabalho melhor com isso.

As relações entre a Marvel e a Fox nunca foram boas, especialmente no que diz respeito ao Quarteto Fantástico, que já ganhou duas versões ao cinema e fracassou em ambas. A produção do último filme da equipe foi tão problemática que, em 2014, a editora decidiu cancelar sua revista mais antiga em protesto.

Desde então, o Quarteto Fantástico e seus personagens específicos estão praticamente sumidos dos quadrinhos.

Também não ajuda o fato de há muito tempo os escritores não conseguirem acertar a mão com o Quarteto Fantástico. A fase de Hickman até deu uma oxigenada no título, mas foi igualmente incapaz de alavancar as vendas.