Kidder como Lois Lane no filme de 1978.

A revista People noticiou que a atriz Margot Kidder, mais famosa por ter feito a Lois Lane nos filmes do Superman, morreu aos 69 anos de idade. Não há detalhes sobre as causas do falecimento.

Margot Kidder nasceu no Canadá em 1948, e começou a carreira de atriz aos 20 anos de idade, participando de séries de TV. Ao longo dos anos 1970 fez vários pequenos papéis e começou a chamar a atenção em Hollywood em papéis de protagonista, o mais importante deles em The Great Waldo Pepper ao lado de Robert Redford, bem como 92 in the Shade, ao lado de Peter Fonda, ambos em 1975. A visibilidade dessas aparições até a levaram a ter uma seção de fotos na Playboy daquele ano, com ela própria escrevendo o artigo.

Kidder e Christopher Reeve: química.

Mas a fama veio mesmo justamente com sua interpretação de intrépida Lois Lane em Superman – O Filme, de 1978, ao lado de Christopher Reeve no papel principal. O filme foi elogiadíssimo pela crítica, especialmente o elenco. A boa química – alternando momentos cômicos (com Clark Kent) e românticos (com o Superman) – entre ela e Reeve impulsiona o filme para frente. Além disso, apesar da brincadeira com o fato dela trocar as letras das palavras, Lane é representada como uma repórter destemida, inteligente e íntegra, o que criou uma forte imagem feminina no fim dos anos 1970.

Kidder retornou ao papel de Lois Lane para as sequências, sendo também protagonista em Superman II (1980), mas tendo participações menores em Superman III (1983) e Superman IV – Em Busca da Paz (1987), na medida em que a qualidade dos filmes decaiu na mesma proporção.

Para além do homem de aço, conseguiu bastante sucesso em The Amityville Horror (1979) e quase foi indicada ao Oscar por Headaches (1981), mas depois disso, começou a sair do radar dos famosos ou dos “bons” papeis migrando de novo para a TV. Em 1996, Kidder sofreu um grande colapso nervoso, algo que foi muito noticiado e prejudicou sua carreira. Na ocasião, ao perder três anos de trabalho de uma autobiografia que estava escrevendo, ao ter seu computador infectado por um vírus, a atriz sofreu um surto psicótico que a levou a ficar três dias desaparecida até ser encontrada no jardim de uma casa em Los Angeles e ser levada para o hospital em total situação de confusão mental.

Apenas nos anos 2000, a atriz conseguiu uma pequena estabilidade, fazendo participações especiais/ papéis pequenos em séries como Law & Order, The L World e Smallville (onde interpretou a assistente do Dr. Virgil Swann, Brigitte Crosby, em dois episódios da 4ª temporada), o que se não lhe deu trabalho regular, pelo menos fez seu rosto voltar a aparecer com alguma constância entre o grande público.

Paralelo à carreira de atriz, Margot Kidder era bastante ativa politicamente, inclusive, escrevendo uma coluna para a revista de esquerda CounterPunch desde 2009.

Kidder morava na pequena cidade de Livingston, em Montana, e foi casada três vezes, todos em relacionamentos curtos. Em sua juventude, namorou vários famosos (como os diretores Steven Spielberg e Brian DePalma e até o Primeiro Ministro do Canadá, Pierre Trudeau), mas vivia de modo tranquilo seus últimos anos. Ela teve uma única filha, Maggie McGuane, que teve ao lado do primeiro marido.

Kidder tinha 69 anos e morreu enquanto dormia. Não foi revelada a causa da morte ainda.