Deu a louca no gerente e o segundo e terceiro escalão fugiram do Asilo de Arkham! O The Hollywood Reporter noticiou que agora é o Homem-Borracha quem irá ganhar um filme da parceria DC Comics e Warner Bros. Nunca ouviu falar? Não se preocupe, ela virá ao lado de outros famosos personagens ao grande público, como Zatanna e Besouro Azul, também anunciados nos últimos tempos. 

Brincadeiras à parte, enquanto a Warner reflete sobre o que fazer com seu Universo DC, depois do fiasco de Liga da Justiça nas bilheterias, prefere não investir nos pesos pesados e deixa Batman e Superman (e aparentemente o Flash e o Lanterna Verde também, que tinham filmes em desenvolvimento e, de repente, começa a ninguém mais falar deles) na geladeira, aposta no que deu certo – Mulher-Maravilha 1984, o segundo longa da princesa amazona, e Birds of Prey/ Aves de Rapina, um tipo de sequência de Esquadrão Suicida focado na Arlequina – e prefere arriscar no segundo e terceiro escalão, priorizando filmes como Aquaman (que estreia em algumas semanas), Shazam! (que chega em fevereiro) e outros projetos que estão na prancheta, como os citados Homem-Borracha, Zatanna e Besouro Azul, e alguns outros um pouco mais populares, como Batgirl e Supergirl

O Homem-Borracha ou Plastic-Man é um personagem criado por Jack Cole em 1939 para a Quality Comics, estreando na revista Police Comics 01 e que fez algum sucesso nos anos 1940 com suas tramas de humor maluco e surreal. Nas tramas, ele é Patrick “Eel” O’Brian, um bandido que após ser baleado e cair num tanque de ácido se torna capaz de esticar o próprio corpo e assumir qualquer forma que queira, decidindo usar suas habilidades para o bem. 

Como a Quality Comics faliu em 1956 com o recesso do mercado de quadrinhos, o Homem-Borracha foi comprado pela DC Comics, que mais tarde o inseriu em seu universo, de modo que ele chegou a fazer parte da Liga da Justiça

O Plastic-Man foi o primeiro de uma série de personagens elásticos nos quadrinhos: a própria DC Comics criou o Enlongated-Man (o Rapaz-Elástico no Brasil), em The Flash 112, de 1960 (os criadores e editores não sabiam que a DC tinha comprado o Homem-Borracha); e Marvel Comics criou o Senhor Fantástico do Quarteto Fantástico, que tinha poderes bem similares, em Fantastic Four 01, de 1961.

O roteiro de Plastic-Man está sendo produzido por Amanda Idoko (da série The Major e cujo primeiro filme, Break News in Yuba County, será dirigido por Alison Janney, indicada ao Oscar por Eu, Tonya).