Demolidor na TV.

A novela do cancelamento de Demolidor e outras séries da Marvel na Netflix ganhou mais um capítulo interessante esses dias. O presidente da Disney+, canal de streaming da Disney, empresa que é dona da Marvel Entertainment, disse que os programas de TV podem voltar e serem incorporadas ao streaming da casa. Mas há outros problemas no ar, também.

Perguntado sobre a questão pelo The Hollywood Reporter, Kevin Mayer, presidente do Disney+ disse:

Essas séries são de alta qualidade. Não discutimos isso ainda, mas eu diria que o retorno é uma possibilidade.

Contudo, o THR afirma que há um problema maior por trás: segundo eles, haveria uma cláusula contratual que diz que os personagens usados nos programas, em caso de cancelamento, deveria ficar dois anos fora do ar antes de serem usados em outras mídias.

Caso isso seja verdade, teríamos que esperar por dois anos até que o Demolidor, cuja 3ª temporada estreou há alguns meses, voltasse em outro canal. Mas em vista do poderio da Disney, não é impossível haver uma negociação nesse sentido, se for do interesse de todos.

Antes do homem sem medo, a Netflix já havia anunciado o cancelamento de Luke Cage e Punho de Ferro, assim, mesmo com as estreias de Jessica Jones (3ª temporada) e O Justiceiro (2ª temporada), que devem ocorrer no ano que vem, é praticamente certo que acabou o universo de personagens da Marvel exibido no Netflix.

A história tem algumas estranhezas, pois Demolidor é um dos maiores sucessos do Netflix, o que leva a se questionar seu cancelamento. Alguns interpretam como uma retaliação à Disney estar lançando o seu próprio canal de streaming, que pretensamente, irá retirar todas as obras da companhia da concorrência.