Segundo o We Got This Covered, o diretor Matt Reeves está lutando contra a Warner Bros. para que o Batman se mantenha fora do DCU, do universo compartilhado de filmes da DC Comics.

O site garante que sua fonte é fidedigna e que o estúdio tem interesse de manter a conectividade dos filmes da DC Comics, mesmo que de maneira mais leve e menos ostensiva do que a concorrente Marvel Comics.

Matt Reeves, por sua vez, insiste em manter seu The Batman afastado do restante do DCU e quer que sua produção seja independente das amarras narrativas pré-definidas.

O rumor tem cara de velho, apesar da confiabilidade da fonte. Com The Batman prestes a iniciar suas filmagens, é esperado que esse tipo de problema já tenha sido resolvida no roteiro. Se à esta altura ainda há essa questão no ar, a produção do filme corre grandes apuros e o resultado não será bom…

Outra coisa é a Warner querer que Bruce Wayne apareça nos outros filmes do universo, mas não parece haver uma movimentação nesse sentido até agora.

É mais provável – ou ao menos esperado – que Warner e Reeves tenham chegado a um meio termo, afinal, o Batman do DCU (vivido por Ben Affleck) foi mostrado como um herói experiente, de meia idade. Tendo aparecido em Batman vs Superman, Esquadrão Suicida e Liga da Justiça, o Bruce Wayne de Affleck foi estabelecido como eficaz e longevo, mas seu passado não é exatamente uma camisa de força a nenhum criador. Afinal, afora a morte do Robin sugerida no primeiro filme, as únicas coisas definidas de seu passado são elementos básicos do cânone do morcego, como viver em Gotham City, ter o Coringa como inimigo, ter amizade com o Comissário Gordon, ser auxiliado por Alfred etc.

Isso quer dizer que não é necessário muito esforço para que o jovem Bruce Wayne de Robert Pattinson seja o mesmo de Ben Affleck, caso isso seja do interesse da Warner, ainda que os filmes futuros não insistam tanto nessa linha. As diferenças que Matt Reeves irá querer estabelecer – a personalidade do herói, a abordagem a Gotham City, o modo como o cavaleiro das trevas é tratado pelo mundo – podem tanto apresentar variações aceitáveis quanto serem explicadas pela diferença de 20 anos entre um ponto e outro de sua trajetória, já que The Batman mostrará o herói no início da carreira.

Afinal, o público do cinema vem se mostrando não ser fã de reboots e as tentativas recentes nesse campo não são bem sucedidas nem em termos financeiros nem artísticos. Portanto, a saída inteligente da Warner seria deixar o Batman de Pattinson no passado – rumores sugerem inclusive que o filme se passa nos anos 1990 – enquanto o público se acostuma com ele, ao mesmo tempo em que continua a desenvolver o DCU do “presente” (vêm aí Aves de Rapina, Aquaman 2 etc. – Mulher-Maravilha 1984 não conta porque se passa no passado também) até que em algum ponto do (nosso) futuro voltará a integrar o homem-morcego aos outros heróis, agora com Pattinson no lugar de Affleck e, quem sabe, uma reunião da Liga da Justiça sob nova abordagem.

The Batman tem estreia agendada para 25 de junho de 2021.