Parece que o Snyder’s Cut, a versão do diretor Zack Snyder de Liga da Justiça, não somente irá alegrar aos fãs em ver essa outra abordagem ao filme, mas também irá abrir velhas feridas. O ator Ray Fisher, que viveu o Ciborgue no filme, escreveu no Twitter que o diretor Joss Whedon, que assumiu a finalização do longa, foi abusivo e anti-profissional nas filmagens.

Na rede social, Fisher escreveu:

O tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e à equipe de Liga da Justiça nos sets [de filmagens] foi grosseiro, abusivo e anti-profissional, e completamente inaceitável.

Ele foi apoiado, de muitas maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg.

Responsabilidade>Entretenimento.

A declaração vem um dia após o ator ter postado ter se arrependido de ter elogiado Joss Whedon na San Diego Comic-Con de 2017, quando disse que o diretor era “um grande cara” e “a pessoa certa para vir e terminar Liga da Justiça”.

Fisher publicou no Twitter que retirava esses elogios.

Aquaman, Mulher-Maravilha e Ciborgue em imagem oficial.

No vídeo da ocasião, Fisher diz a frase meio encabulado e, ao seu lado, o ator Jason Momoa (que fazia o Aquaman), se mostrava visivelmente constrangido e decepcionado (não com Fisher, mas com a situação).

A Variety procurou Whedon e a Warner para respostas, mas ambos disseram apenas “sem comentários”. É esperado, contudo, que Whedon lance uma nota em breve.

Jon Berg, citado por Fisher e produtor de Liga da Justiça, respondeu dizendo que nunca corroborou com comportamentos não profissionais.

O fotógrafo Clay Enos, que trabalhou em vários dos filmes da DC Comics, também escreveu dizendo que “ouviu a mesma coisa” sobre os comentários de Fisher.

Nenhum outro membro do elenco de Liga da Justiça se manifestou, mas isso deve acontecer.

Após dirigir Superman – O Homem de Aço e Batman vs. Superman – A Origem da Justiça; Zack Snyder filmou Liga da Justiça em 2016, porém, no início de 2017, a Warner ficou extremamente insatisfeita com o corte inicial do diretor e, aproveitando-se do suicídio da filha de Snyder, aproveitou para demiti-lo do filme, contratando Joss Whedon (de Os Vingadores) para substituí-lo.

Whedon comandou intensas seis semanas de refilmagens entre julho e setembro de 2017, para o filme ser lançado em novembro. Inacabado. E foi um fracasso.

Algo realmente não foi bem em Liga da Justiça, mas até agora os comentários eram centrados no fato da Warner não ter alterado a data de estreia.

Agora, a versão de Zack Snyder de Liga da Justiça será lançado no HBO Max em 2021.