Um relatório da consultoria Nielsen, chamado Mid-Year Report, revelou que os Beatles foram a única banda de rock que vendeu mais de um milhão de cópias na primeira metade do ano de 2020. O relatório mostra o crescimento de vendas digitais (downloads e streamings) e a diminuição das vendas físicas de uma maneira geral.

Os Beatles em 1969.

O ranking dos maiores vendedores no campo do rock, foram os seguintes (em unidades):

  1. Beatles: 1.094 milhões;
  2. Queen: 768 mil;
  3. Image Dragons: 593 mil;
  4. Fleetwood Mac: 565 mil;
  5. Metallica: 551 mil.

O ranking mostra uma grande distância entre o primeiro lugar e os demais, além da força do classicismo dentro do rock. Apenas o Image Dragon é um grupo recente, enquanto os Beatles advêm dos anos 1960; o Queen dos 1970; o Fleetwood Mac vem do 1960, mas ficaram mais populares nos 70; e o Metallica advém dos 1980.

O Queen.

O relatório traz o ranking dos discos de rock mais vendidos nos primeiros seis meses de 2020:

  1. Queen: Greatest Hits I, 448 mil cópias;
  2. Elton John: Diamonds, 372 mil;
  3. Creedence Clearwater Revival: Chronicles, Vol. I, 299 mil;
  4. Journey: Greatest Hits, 273 mil;
  5. Fleetwood Mac: Rumours, 265 mil.

O Top5 também reforça o classicismo no fato de que Rumours é o único disco que não é uma coletânea. E todos os grupos advêm dos anos 1960 até os 80.

O Top5 das canções mais ouvidas/ baixadas/ compradas foram:

  1. Image Dragons: Believer;
  2. Journey: Don’t stop believing;
  3. Queen: Bohemian rhapsody;
  4. Panic! at the Disco: High hopes;
  5. Eagles: Hotel California.

As canções trazem um pouco mais de “modernidade”, com Image Dragons e Panic! at the Disco, enquanto as demais são dos anos 1970 e 80.

Todos os rankings acima são estratificados pelo rock, já que o gênero não aparece em destaque praticamente em nenhuma lista, esmagados pelos artistas de pop e Hip & Hop. Mas há uma lista em que o rock aparece com algum destaque: a venda de LPs de vinil. Mercado destinado essencialmente a colecionadores (de novo o classicismo), o rock consegue emplacar algumas posições importantes, com o Greatest Hits vol. 1 do Queen em 4º lugar, com 56 mil cópias vendidas no primeiro semestre de 2020; o Abbey Road dos Beatles em 5º lugar, com 54 mil cópias; e o Darkside of the Moon do Pink Floyd em 8º lugar, com 44 mil cópias.

Neste caso, pelo menos, dos três discos, apenas o do Queen é uma coletânea.

Uma leitura dos dados mostra a importância e relevância que os Beatles mantêm no cenário musical internacional, porém, demostra também como o rock vem perdendo cada vez mais espaço e está muito calcado nos clássicos e com poucas inovações conseguindo chegar ao grandíssimo público.