A casa de Leilões de Londres, Bonham’s vendeu duas guitarras raras esta semana: uma Bartell fretless pertencente ao ex-Beatles George Harrison e a Vox Phantom VI de Ian Curtis, o vocalista da banda Joy Division.

A guitarra de Harrison é o item mais raro, pois era um protótipo de guitarra sem frets produzido pela Bartell, uma empresa que só existiu entre 1964 e 1969 e fazia guitarras e baixos. O instrumento tinha sido objeto do programa Antiques Roadshow da BBC em março passado, onde se dizia que teria pertencido a John Lennon, outro membro dos Beatles, e que outro exemplar similar havia sido dado de presente a Jimi Hendrix.

Porém, os dados disponíveis existentes apontam que a guitarra, na verdade, pertenceu a George Harrison, que a ganhou de presente de Al Casey, um músico e proprietário de uma loja de instrumentos, que lhe entregou a guitarra da Bartell em agosto de 1967, quando o beatle visitou Los Angeles a fim de conhecer o movimento hippie de LA e de San Francisco.

Lennon e Harrison em 1969.

Ao que consta, Harrison e Lennon ficaram intrigados com o instrumento, pois a ausência dos frets lhe dava particularidades únicas, mas a deixava difícil de tocar, de modo que a chamavam de the mad guitar.

De qualquer modo, os Beatles usaram o instrumento em seu álbum seguinte, o The Beatles, mais conhecido como The White Album, lançado em 1968, onde a Bartell pode ouvida em Happiness is a warm gun (de Lennon) e Helter skelter (de Paul McCartney). Também em junho daquele ano, Lennon deu uma entrevista a Kenny Everest enquanto dedilhava a guitarra.

Depois, a Bartell ficou no armário de instrumentos dos estúdios Abbey Road, da EMI, onde os Beatles gravavam e, após o fim do grupo, em 1970, Harrison levou o instrumento para casa. Aparentemente, ele ainda a usou em algumas gravações, embora não está claro em quais. Existe uma famosa fotografia dele com sua coleção de guitarras e a Bartell está lá.

Em 1985, Harrison deu a guitarra de presente para o músico de estúdio Ray Russell, que gravou alguns materiais para a Handmade, a companhia cinematográfica do ex-Beatle possuía. Russell era o proprietário até hoje do instrumento.

A 1967 Bartell Fretless foi vendida por 237,5 mil Libras, algo como US$ 308 mil ou quase R$ 2 milhões.

A mesma audição da Bonham’s vendeu também a guitarra Vox Phantom VI Special que pertenceu a Ian Curtis, o vocalista da banda Joy Division. Curtis não costumava tocar o instrumento no palco, mas abria uma exceção para a canção Love will tears us apart, que se tornou a mais conhecida da banda. A guitarra foi vendida por 162,5 mil Libras ou US$ 209 mil, algo como R$ 1,2 milhões.

George Harrison morreu vítima de um câncer em 2001, e Ian Curtis se suicidou em 1980.