Justice League 05: a mais vendida de janeiro de 2012.

O site ICv2 publicou o ranking de revistas mais pedidas pela distribuidora Diamond Comics, a principal dos Estados Unidos, no mês de janeiro. E o resultado surpreendeu até os mais otimistas em relação ao reboot cronológico e editorial da editora DC Comics, casa de Superman, Batman e Mulher-Maravilha. Segundo o levantamento, esta editora ficou com todo o Top10 das revistas mais vendidas do mês. Todas!

Nenhuma revista da concorrente Marvel Comics apareceu no ranking do Top10, nem do Homem-Aranha, nem dos Vingadores. Nada!

Confira o Top10 das revistas mais vendidas em janeiro de 2012 nos EUA:

1. Justice League #5

  2. Batman #5
  3. Action Comics #5
  4. Detective Comics #5
  5. Green Lantern #5
  6. Batman: The Dark Knight #5
  7. Superman #5
  8. The Flash #5
  9. Batman and Robin #5
10. Aquaman #5

Continua a liderança do mercado pela Liga da Justiça, equipe que reúne Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde, Flash, Aquaman e Ciborgue. A revista, que conta atualmente sua nova origem, é escrita por Geoff Johns e desenhada por Jim Lee.

Repare que todas as edições estão no n.º 05, porque correspondem à mesma leva de revistas pós-reboot da DC, na qual os personagem tiveram suas origens modificadas e algumas características alteradas, como status e até idade. Na nova versão do Universo DC, os heróis são mais jovens e atuam há apenas cinco anos.

O ranking confirma mais uma vez que o Batman é o grande nome dos quadrinhos atuais em termos de sucesso. Das dez mais vendidas, nada menos do que quatro (Batman, Detective Comics, Batman: The Dark Knight e Batman and Robin) são revistas estreladas pelo homem-morcego.

Superman emplaca outras duas (Action Comics e Superman), enquanto as outras são distribuídas entre Lanterna Verde, Flash e Aquaman. Este último outra surpresa, pois o personagem nunca foi um dos mais populares, mas é alvo de uma agressiva política de divulgação, com histórias escritas por Geoff Johns (o grande articulador do reboot) e desenhada pelos brasileiros Ivan Reis e Joe Prado.

A DC também foi bem nas coletâneas. Veja o ranking:

1. Batman: Through the Looking Glass HC (DC)

  2. Invincible Vol. 15: Get Smart TP (Image)
  3. The Walking Dead Vol. 1: Days Gone Bye (Image)
  4. Fear Itself Premiere HC (Marvel)
  5. The Unwritten Volume 5: On to Genesis (DC)
  6. Batman: The Return of Bruce Wayne (DC)
  7. The Walking Dead Vol. 15 TP (Image)
  8. B.P.R.D.: Hell on Earth Volume 2: Gods and Monsters TP (Dark Horse)
  9. Sweet Tooth Vol. 4: Endangered Species TP (DC)
10. Batman: The Dark Knight Vol. 1: Golden Dawn Deluxe Ed. HC (DC)

A nova graphic novel do homem-morcego está em primeiro lugar, tirando The Walking Dead do posto que ocupa há muitos, mas muitos meses. E o homem-morcego faz bonito e ocupa três posições entre as dez mais (1º, 6º e 10º). Outras editoras menores dominam o mercado de graphic novels e coletâneas, como a Image Comics com Walking Dead e Invincible e a Dark Horse com Hellboy.

A Marvel emplaca apenas a coletânea de Fear Itself, seu grande evento do ano passado, ainda inédito no Brasil, na qual os Vingadores precisam combater o deus do medo.

Ainda assim, voltando às revistas mensais, a Marvel deve dominar importantes posições no restante do Top100, pois ainda é a campeã do mercado em termos de arrecadação, com 35,17% contra 33,55% da DC Comics. Isso também pode se explicar pelo fato das revistas da Marvel serem mais caras do que da Distinta Concorrente.

No entanto, a DC leva vantagem na porcentagem das revistas mais vendidas:  39,86% em total de unidades, contra 37,51% da Marvel.

No restante do Top20, há mais revistas da Marvel: duas Uncanny X-Men,  seguidas de Wolverine and the X-Men, Wolverine e Avengers X-Saction. A 16ª e a 19ª voltam a trazer revistas da DC, Wonder-Woman e Teen Titans, com as revistas Mulher-Maravilha e Os Novos Titãs.

No restante, voltam as revistas da Marvel: Amazing Spider-Man, a principal revista do Homem-Aranha, com duas revistas (17º e 20º lugares) e a revista principal dos Vingadores, Avengers, em 18º lugar.

O ICv2 ainda registrou que três revistas ultrapassaram a marca das 100 mil cópias vendidas em janeiro: Justice League, Batman e Action Comics, com histórias da Liga da Justiça, Batman e Superman, respectivamente, que venderam 138, 130 e 105 mil cópias cada.

É o quinto mês do reboot e embora as vendas tenham baixado um pouco desde o início, o que é uma acomodação normal do mercado, a editora mantém a liderança, o que é um sinal muito positivo não apenas para ela mesma, mas para o mercado de quadrinhos como um todo.

Houve um aumento no mercado de quadrinhos de 27% em relação ao mês de janeiro de 2011, o que é algo surpreendente. Tendo em vista a grande oferta de filmes de super-heróis deste ano de 2012 – com Motoqueiro Fantasma, Homem-Aranha e Vingadores (para a Marvel) e o novo Batman (para a DC) – se o mercado souber capitanear, poderá haver ainda mais crescimento.

É importante observar, diz o site, que este crescimento de 27% em relação ao mesmo mês do ano anterior é o maior do tipo desde maio de 2006, quando o lançamento da minissérie Guerra Civil abalou as estruturas do Universo Marvel e representou um crescimento de 32% em relação ao mesmo período do ano anterior.

E, desde então, apenas duas vezes (em novembro de 2006 e janeiro de 2007) houve um crescimento do tipo maior do que 20%.

Quem sabe, assistimos à recuperação do mercado após anos de crise?