Um dado curioso foi divulgado pelo Deadline Hollywood hoje: Patty Jenkins está nos estágios finais para renovar seu contrato e dirigir a sequência de Mulher-Maravilha e, com isso, se tornar a diretora mais bem paga da história. Isso porque, diz o site, ela exigiu que ganhasse o mesmo do que um diretor homem que fizesse um blockbuster.

Pode parecer incrível, mas as mulheres diretoras ganham salários MUITO MENORES do que os dos homens. O site estipula que um diretor ligeiramente “iniciante” recebe entre US$ 1,5 e 3 milhões por filme. Já um campeão de bilheteria pode ganhar US$ 10 milhões, mais participações nos lucros.

O fato de Patty Jenkins conseguir aumentar seus ganhos para o nível de um diretor homem simplesmente irá torná-la a diretora com maiores ganhos da história do cinema. É um feito importante e comemorável, por um lado, porém, é tristíssimo ver como as mulheres têm menores salários e menos oportunidades em Hollywood.

É de esperar que ao comandar o filme que é o maior sucesso do ano e ainda é protagonizado por uma heroína, Patty Jenkins não somente receba mais quanto também abra espaço para mais Mulheres e traga à tona a discussão das diferenças de gênero em Hollywood, como já apareceram pontualmente em relação às atrizes em algumas das últimas premiações do Oscar.