O guitarrista britânico e lenda do rock e do blues, Eric Clapton, fez um show histórico no Hyde Park, em Londres. O concerto é parte do festival British Summer Time, que contou com outros artistas e contou com um público de 65 mil pessoas. A apresentação daquele que foi chamado de “deus da guitarra” nos anos 1960 ganha ares especiais, porque o músico vem sofrendo de vários problemas de saúde, inclusive, surdez e uma neuropatia que causa dores e tremores e está atrapalhando suas habilidades como instrumentista. Por isso, Clapton não tem nenhum outro show agendado no Reino Unido este ano, apenas alguns nos Estados Unidos em outubro próximo. O guitarrista já vem falando em se aposentar dos palcos há quatro anos e o momento está cada vez mais próximo.

O concerto no Hyde Park trouxe 15 canções que marcaram sua carreira, algumas delas em versões especiais, como Layla em sua roupagem acústica, Cocaine um pouco mais rápida, Tears in heaven em ritmo de reggae e também mais rápida.

No bis, Clapton ainda convidou o guitarrista Carlos Santana ao palco, que tinha se apresentou momentos antes, com a dupla improvisando uma versão de High times we went, que ficou famosa na voz de Joe Cocker.

O set list foi o seguinte:

Repertório

1 – Somebody’s Knockin’

2 – Key to the Highway

3 – Hoochie Coochie Man

4 – Got To Get Better in a Little While

5 – Driftin’ 6″‚Nobody Knows You When You’re Down and Out

7 – Layla

8 – Tears in Heaven

9 – Lay Down Sally

10 – The Core

11 – Wonderful Tonight

12 – Crossroads

13 – Little Queen of Spades

14 – Cocaine

15 – High Time We Went

Ao final do concerto, Clapton agradeceu longamente ao público o que aumentou o clima de despedida.

Porém, Eric Clapton deverá ter uma programação de aposentadoria pelo menos das grandes turnês, pois já manifestou interesse em tocar em pequenos estabelecimentos perto de sua casa.

Eric Clapton nasceu em 1945 em Ripley, próxima de Londres, e atingiu o sucesso aos 17 anos, como guitarrista da banda The Yardbirds, em 1963. Depois de uma rápida e celebrada passagem pelo The John Mayall’s Bluesbreakers, em 1965, quando foi aclamado como “deus da guitarra”, formou o supergrupo Cream, em 1966, com Jack Bruce (baixo) e Ginger Backer (bateria), unindo os três instrumentistas mais aclamados da época e virando um fenômeno de sucesso.

Após formar o Blind Faith em 1969, com Steve Winwood (vocais e teclados) e também fazer um sucesso colossal, montou sua última banda, Derek and The Dominos, em 1970, que lançou o clássico álbum Layla.

Clapton viveu um momento de problemas com drogas e só retomou a carreira em 1974, agora como artista solo, permanecendo desde então como um artista relevante para o rock e o blues.

Conheça a Discografia Completa de Eric Clapton clicando aqui.https://hqrock.com.br/2013/10/27/eric-clapton-completa-50-anos-de-carreira-confira-a-discografia-completa-do-deus-da-guitarra/