captain marvel rock the voteA atriz Brie Larson divulgou ontem uma imagem no Twitter tirada do filme Capitã Marvel, na qual incentiva os estadunidenses a votar no dia hoje na campanha eleitoral para o Congresso dos EUA. Mas a imagem pode trazer algumas revelações sobre o ano exato em que se passa o filme, ambientado na década de 1990.

Segundo o confiável Comic Book, a imagem mostra uma data – quinta-feira, 29 de agosto – uma combinação que só ocorreu em dois anos naquela década: 1991 e 1996. Além disso, a cabine telefônica em que Carol Danvers está é coberta por cartazes de “Rock The Vote”, uma campanha que a MTV promoveu para incentivar os jovens a votarem nas eleições de 1992 – aquela que elegeu Bill Clinton como presidente dos EUA.

O Comic Book aposta, portanto, na data de 1991 para os eventos do filme. Ou considerando que os cartazes na cabine telefônica são velhos, como costumavam ser, que a trama é situada lá pelo início de 1992.

Se for o caso, é um período bastante interessante, pois dentro da cronologia do Universo Marvel dos Cinemas (veja aqui!), Howard Stark e sua esposa, Maria, foram assassinados pelo Soldado Invernal (então, sobre lavagem cerebral da HIDRA) em 16 de dezembro de 1991. Assim, Capitã Marvel teria a SHIELD no escaldo da morte de seu principal líder e cofundador.

É um argumento interessante.

Mas por outro lado, podemos bancar o advogado do diabo e supor que também há elementos para que a segunda data, a de 1996, esteja correta.

Um lançou uma teoria sobre o filme – tal qual o HQRock postou há algum tempo – que conecta uma fala entre Tony Stark e Peter Parker ao filme da heroína. Em Capitão América – Guerra Civil, quando Stark diz que sabe que Peter é o Homem-Aranha, mostrando-lhe um vídeo do YouTube, o jovem diz que o vídeo é falso, e Stark completa: “ah sim, igual as Luzes sobre Phoenix?”.

As Luzes sobre Phoenix foram um fenômeno meteorológico não explicado na qual um conjunto de esferas luminosas pairou no céu noturno do estado do Arizona em 13 de maio de 1997, correspondendo ao mais famoso avistamento de OVNIs (Objetos Voadores Não-Identificados) da história recente. A aeronáutica dos EUA explicou o fenômeno dizendo que se tratava de sinais luminosos lançados de um bombardeiro em uma situação de testes.

O fã ponderou que a fala de Stark no filme poderia indicar que a Marvel usaria este fenômeno da vida real como uma forma de “esconder” a invasão Skrull à Terra que será combatida pela Capitã Marvel no filme. E faz todo o sentido algo assim.

E mais curiosamente ainda, o fato das Luzes sobre Phoenix terem ocorrido em 1997 coloca próxima daquela quinta-feira, 29 de agosto de 1996. Assim, os cartazes poderia ser velhos (de 1992, por exemplo) e a data corresponder a algo mais próximo dos eventos do longa, que estariam situados algo como nove meses depois disso.

É possível também.

Capitã Marvel estreia nos cinemas em 08 de março de 2019.