Segundo o Deadline, Shang-Chi, o Mestre do Kung Fu vai ganhar um filme próprio pelo Marvel Studios. O site diz que a ideia é criar uma obra de referência para os asiáticos de modo similar ao que foi feito com Pantera Negra e os africanos e afrodescendentes.

O estúdio teria contratado Dave Callahan, que é de origem asiática para escrever a primeira versão do roteiro e mira em um diretor asiático, visando produzir um filme que homenageie o gênero de artes marciais. Callahan escreveu o roteiro de Mulher-Maravilha 1984 e trabalha na sequência do desenho animado Homem-Aranha no Aranhaverso.

Não há uma data prevista para o Mestre do Kung Fu chegar aos cinemas, mas é possível que seja ainda na Fase 4 do Marvel Studios, que se inicia em 2020 e deve seguir alguns anos.

Nos quadrinhos, Shang-Chi é um chinês que descobre que seu pai, Fu Manchu, é um grande criminoso e, depois de ter sido treinado para se tornar uma máquina de combate invencível, decide lutar contra seu próprio pai e sua organização.

O personagem foi criado por Steve Englehart e Jim Starlin, que eram grandes fãs de artes marciais e filmes do gênero, especialmente de Bruce Lee, que, claro, terminou emprestando o rosto para o herói.

Estreando numa revista de republicações, Special Marvel Edition, no número 15, de 1973, Shang-Chi foi tão bem recebido que a revista mudou de nome para The Hands of Shang-Chi, Master of Kung Fu a partir do número 17 e permaneceu sendo publicada até a edição 125, de 1983.

O Mestre do Kung Fu foi um dos maiores sucessos da Marvel nos anos 1970 e ganhou revista própria até no Brasil, pela editora Bloch.

Saiba mais sobre Shang-Chi nesta outra velha notícia (não concretizada) no HQRock.