Ontem ocorreu a premiação do SAG Awards, o prêmio do Sindicato dos Atores de Hollywood, e Pantera Negra ganhou o principal prêmio da noite: o de Melhor Elenco. A premiação é um termômetro para o Oscar, porque grande parte dos votantes são membros da Academia.

O elenco, com Chadwick Boseman, Michael B. Jordan e Lupita Nyong’o, subiu ao palco e agradeceu. O discurso de Boseman foi bastante interessante.

Veja a transcrição do IGN Brasil (via The Hollywood Reporter):

Todos nós sabemos como é ouvir que não há espaço para você, mas você é jovem, talentoso e negro. Sabemos como é ser informado de que não há espaço na tela para você, um palco para você participar. Sabemos o que é ser a cauda e não a cabeça. Sabemos o que é estar por abaixo e não em cima. E é com isso que trabalhamos todos os dias, porque sabíamos – não que estaríamos presentes em toda a temporada de premiações ou que faríamos um bilhão de dólares -, mas sabíamos que tínhamos algo especial que queríamos dar ao mundo. Que poderíamos ser seres humanos completos nos papéis que estávamos desempenhando, que poderíamos criar um mundo que exemplificasse o mundo que queríamos ver.

Mas demais categorias, o SAG seguiu mais ou menos o que vem se desenrolando nas demais premiações, embora Rami Malek ter ganho Melhor Ator por Bohemia Rhapsody no lugar de Christian Bale por Vice foi encarado como uma surpresa.

Pantera Negra concorre a 7 Oscars, inclusive, melhor filme.