Não é surpresa para ninguém, todos já esperavam, mas hoje a Netflix divulgou oficialmente o cancelamento de O Justiceiro e Jessica Jones, suas duas últimas séries da Marvel Comics.

O Justiceiro estreou sua 2a temporada no mês passado, e Jessica Jones ainda irá estrear em algum momento deste ano a sua 3a temporada.

O cancelamento vem depois do Netflix já ter cancelado outros títulos de uma profícua parceria com a Marvel. Ano passado, foram canceladas Luke Cage e Punho de Ferro, ambas após terem suas 2a temporadas e terem aparecido também em Os Defensores. Em seguida, Demolidor foi cancelada após sua 3a temporada, mesmo após um sucesso se crítica e ter se tornado um dos maiores sucessos da história do Netflix.

O cancelamento da parceria com a Marvel, iniciada em 2013, se deve, portanto, não à audiência, mas a uma severa diferença criativa e de negócios entre as duas companhias. A imprensa noticiou o número e o formato de episódios como um tema importante na rusga, mas provavelmente, o peso maior se deve à The Walt Disney Company (empresa mãe da Marvel) lançar seu próprio canal de streaming para concorrer com a Netflix, o Disney+.

O cancelamento entristece e endurece fãs ao redor do mundo e deve ter implicações de negócios também – como licenciamentos – mas existe alguma esperança da Marvel dar prosseguimento a pelo menos algumas das séries em outras mídias, como no próprio Disney+ ou no canal de TV Hulu, que já tem outros produtos na Marvel em exibição.

O maior problema é a circulação de uma notícia de que uma cláusula contratual obriga aos programas ficar pelo menos dois anos fora do ar antes de retornar. Mas não há confirmação desses termos.

O presidente da Marvel TV, empresa principal na produção das séries canceladas, Jeph Loeb, deu no Twitter uma mensagem cifrada dando a entender que a história de Demolidor, Luke Cage, Punho de Ferro, Os Defensores, O Justiceiro e Jessica Jones não terminou.

Aguardamos notícias!