A bruxa está solta em Bond 25, a próxima aventura de 007 nos cinemas. Mais um problema na produção ocorreu ontem: durante a gravação de uma cena no complexo de estúdios de Pinnewood, próximo a Londres, na Inglaterra, uma explosão destruiu o cenário e deixou um funcionário ferido.

Segundo o The Sun – e confirmado depois pelo Twitter oficial do filme – a equipe gravava a explosão de um laboratório no filme, mas algo saiu do controle e o impacto foi maior do que o esperado, destruindo o cenário inteiro e deixando um funcionário ferido. O The Sun disse que após a explosão, um membro da equipe ficou estirado no chão, machucado pelo estrondo, mas o Twitter alivia um pouco, dizendo que foi “um pequeno ferimento” num membro do time que estava do lado de fora do estúdio.

Não foi dada nenhuma informação sobre a necessidade de paralisação dos trabalhos.

As filmagens de Bond 25 começaram no final de abril na Jamaica, mas tiveram que ser paralisadas no dia 14 de maio quando o astro Daniel Craig machucou o tornozelo em uma cena. O ator foi ao Estado Unidos realizar um tratamento, mas apesar dos anúncios de que não tinha sido grave, precisou realizar uma pequena cirurgia e ainda não retornou às gravações. As filmagens foram retomadas sem o ator em Londres desde então.

Esses são só os problemas recentes. Bond 25 mudou duas vezes de diretor, teve a data de estreia adiada duas vezes e precisou contratar uma nova roteirista às vésperas das gravações porque o diretor e o protagonista ainda não estavam satisfeitos com o texto, o que criou a incômoda situação de iniciar as filmagens sem que o roteiro estivesse finalizado, o que é sempre um risco.

A estreia de Bond 25 está agendada para 03 de abril de 2020.