Click bait na área! Vários sites estão divulgado que um teste de elenco sugere a presença de Namor, o príncipe submarino no MCU. No caso, o Geek WorldWide diz que uma chamada de elenco convida a testes para um papel chamado apenas de David, que seria o monarca de um reino antigo e distante, para um ator de preferência de origem asiática. Daí, todos estão apontando para Namor. Mas em vista do panorama atual do Marvel Studios, é muito mais provável, ser apenas um personagem secundário para Os Eternos.

Namor pode ganhar um filme ou uma série?

Isso é interessante porque Namor é um personagem cujos direitos de adaptação não pertencem ao Marvel Studios, mas à Universal Pictures, que por sinal, também é a proprietária do Hulk. Até hoje não ficou claro qual o real status do personagem para a Marvel, pois no caso do Hulk, por exemplo, enquanto o estúdio não pode fazer um filme solo do herói, pode usá-lo ao lado de outros heróis nos filmes dos Vingadores.

Do ponto de vista de sua essência mercadológica, Namor é um personagem difícil de caracterizar: se por um lado é um mutante (o que o aproxima – apenas tematicamente – do universo dos X-Men, que pertencia à 20th Century Fox); ele foi um grande oponente do Quarteto Fantástico (que também era da Fox); foi membro fundador dos Defensores (os dos quadrinhos, não os da TV); foi inimigo dos Vingadores (e de alguns de seus membros solo); foi membro dos Vingadores; e por aí vai.

É possível que o Marvel Studios possa usá-lo ao lado de outros personagens, tal qual o Hulk, e Os Eternos não seria um mau lugar para ele aparecer – o que traria toda a mitologia da Atlântica, um reino submerso de seres aquáticos da qual Namor é o rei. Ah, e se isso parece muito com o Aquaman, não se preocupe: o rei dos sete mares da DC Comics é uma imitação do príncipe submarino. Namor surgiu nos quadrinhos em 1939 e Aquaman só apareceu em 1941.

Não é a primeira vez que surgem rumores sobre o príncipe submarino chegar às telas. Em 2014 correu um boato de que a Universal iria fazer um filme do herói, enquanto em 2017, se aventou a possibilidade do herói ser produzido pela própria Marvel. Na época, o publisher da Marvel, Joe Quesada, chegou a dizer que os direitos do personagem eram da Marvel, não da Universal.

De qualquer modo, devemos considerar como já dito no início que esse rumor atual é bem mais provável se tratar de algo relacionado aos Eternos; e a descrição de um “monarca de um reino antigo e distante” de traços orientais é por demais genérica para garantir qualquer consideração séria sobre o assunto por hora.