Ah, que vida maravilhosa a dos colecionadores endinheirados! Pouco após um mês do lançamento de uma Box-Set especial do álbum Abbey Road, que completou 50 anos de seu lançamento, os Beatles já oferecem outro caro presente aos fãs (endinheirados): outra Box-Set, agora, reunindo os 22 compactos oficiais da banda (seguindo a discografia britânica) em vinil. E ainda com um disquinho extra com as faixas Free as a bird e Real love, lançadas nos anos 1990.

Ao longo de sua curta carreira de oito anos, os Beatles lançaram uma extensa discografia, com 13 álbuns, 22 compactos e mais um punhado de compactos-duplos (dos quais apenas dois eram inéditos, Long tall Sally, de 1964, e Magical Mystery Tour, de 1967, este último convertido em um álbum completo logo em seguida).

Mas nosso foco aqui são os 22 compactos, lançados entre 1962 e 1970, que compõem a nova caixa, chamada The Singles Collection.

No mercado da época, enquanto os álbuns eram lançados em LPs (longplays) de vinil de 12 polegadas, os lançamentos eram “turbinados” por compactos (ou singles) lançados em disquinhos de 7 polegadas (mais ou menos o tamanho do CD), que em geral traziam apenas 2 canções, uma em cada lado. O Lado A trazia o single propriamente dito; enquanto o Lado B trazia uma faixa “menor”, como um tipo de bônus.

Os artistas da época – assim como hoje, embora agora apenas via streaming sempre destacavam algumas faixas de seus LPs e as lançavam antecipadamente (ou mesmo depois, a depender do sucesso) em compactos usados para promover o lançamento maior.

Os Beatles ao vivo em 1966.

A inovação que os Beatles promoveram foi a tentativa – nem sempre conseguida por causa do peso do mercado e da gravadora EMI – de que as faixas que lançassem em single não fizessem parte dos álbuns completos, como uma forma de evitar o fã comprar a mesma canção duas vezes. Embora alguns singles terminaram dentro dos álbuns completos, como Love me do (em uma versão diferente, é verdade), Please please me, Elanor Rigby, Get back e Let it be (essas duas últimas também em versões diferentes); a grande maioria dos lançamentos em compacto não fez parte dos álbuns oficiais dos Beatles. É por isso que canções She loves you, Day tripper ou Hey Jude não podem ser encontradas em nenhum dos álbuns “de linha” do quarteto de Liverpool.

Para suprir tal ausência, quando a Discografia Completa dos Beatles foi lançada em CD, em 1987, todas as faixas de compactos foram reunidas em duas coletâneas, a Past Masters Vol. 1 e 2, um de capa preta outro de capa branca. No relançamento remasterizado da discografia em 2009 – que é a versão que está disponível em streaming – os dois discos foram unidos em uma versão só, dupla.

Outro detalhe interessante, mas é só um detalhe, é que os Beatles lançaram alguns compactos Duplo Lado A, ou seja, nas quais as duas canções do disquinho se propunham a divulgar o material e a ir às paradas, casos de We can work it out/ Day tripper, Eleanor Rigny/ Yellow submarine ou Penny Lane/ Strawberry fields forever.

Os atrativos da The Single Collection é que os compactos podem ser apreciados em seu formato original, em compactos de vinil, com o bônus de trazerem capas representando os lançamentos em diversos países do mundo. Ou seja, embora a coleção siga os disquinhos originais do mercado britânico, as capas provém dos mercados internacionais, alguns deles muito bonitos. O lançamento é em estilo réplica, trazendo a mesma diagramação e material dos originais.

Capa do compacto de Please please me na Itália.

Outro bônus é que as faixas Free as a bird e Real love também foram incluídas. Essas canções foram lançadas em compactos separados, em 1994 e 1995, respectivamente, como parte do projeto The Beatles Anthology – um documentário sobre a banda – e têm como atrativo serem faixas inéditas: gravadas sozinhas por John Lennon no fim dos anos 1970 em gravadores caseiros, as canções ganharam novos instrumentos e vozes dos demais membros (Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr) promovendo uma reunião impossível dos Beatles, já que Lennon morreu em 1980.

Na nova coleção, foram ignorados os Lados Bs de ambas as canções – que como já foram lançadas na era do CD, tinham 3 outras faixas no disco e não somente uma como nos tempos do vinil – e as reuniram em um compacto só.

Vale destacar, ainda, que como The Single Collection segue a discografia oficial britânica, não trazem faixas lançadas em compactos em outros mercados, o que era muito comum nos anos 1960. Por exemplo, no Brasil, as faixas I want to hold your hand e She loves you foram lançadas em um único compacto, em 1964, diferente da versão original em que cada uma correspondia a um disquinho. De modo similar, faixas como Yesterday ou The long and widing road, que nunca foram lançadas em singles, saíram como compactos nos EUA.

Capa do single Please please me, de 1963.

Abaixo, seguimos a lista da The Singles Collection, trazendo ainda os países das quais correspondem as capas usadas nos disquinhos.

1962 [capa: Estados Unidos]
A: Love Me Do
B: P. S. I Love You

1963 [Itália]
A: Please Please Me
B: Ask Me Why

1963 [Noruega]
A: From Me To You
B: Thank You Girl

1963 [Grécia]
A: She Loves You
B: I’ll Get You

1963 [Chile]
A: I Want To Hold Your Hand
B: This Boy

1964 [Áustria]
A: Can’t Buy Me Love
B: You Can’t Do That

1964 [Holanda]
A: A Hard Day’s Night
B: Things We Said Today

1964 [Suécia]
A: I Feel Fine
B: She’s A Woman

1965 [Espanha]
A: Ticket To Ride
B: Yes It Is

1965 [Bélgica]
A: Help!
B: I’m Down

1965 [França, duplo lado A]
A: We Can Work It Out
A: Day Tripper

1966 [Turquia]
A: Paperback Writer
B: Rain

1966 [Argentina, duplo lado A]
A: Eleanor Rigby
A: Yellow Submarine

1967 [Austrália, duplo lado A]
A: Strawberry Fields Forever
A: Penny Lane

1967 [República Federal da Alemanha]
A: All You Need Is Love
B: Baby, You’re A Rich Man

1967 [México]
A: Hello, Goodbye
B: I Am The Walrus

1968 [Japão]
A: Lady Madonna
B: The Inner Light

1968 [África do Sul]
A: Hey Jude
B: Revolution

1969 [Dinamarca]
A: Get Back
B: Don’t Let Me Down

1969 [Portugal]
A: The Ballad Of John And Yoko
B: Old Brown Shoe

1969 [Israel]
A: Something
B: Come Together

1970 [Reino Unido]
A: Let It Be
B: You Know My Name (Look Up The Number)

1995 / 1996 [duplo lado A, edição mundial]
A: Free As A Bird [1995]
A: Real Love [1996]

Vale recordar, ainda, que os Beatles haviam lançado uma outra The Singles Collection em 1992, reunido em CD versões dos compactos, embalados em uma caixa de couro.

The Singles Collection reúne, portanto, 46 faixas em discos de vinil de 7 polegadas, e traz ainda um livro de 40 páginas com fotos e um ensaio escrito por Kevin Howlett, um dos maiores especialistas em Beatles do mundo. A coleção está em pré-venda no site oficial da banda com lançamento mundial previsto para o dia 22 de novembro. O preço é de 187,99 libras ou 229,98 dólares.

Conheça a Discografia Completa dos Beatles neste post especial do HQRock.