Enquanto Star Wars sempre foi um sucesso nos cinemas, a partir da década de 1990, o chamado Universo Expandido consolidou uma série de personagens muito queridos dos grandes fãs da saga em livros, quadrinhos, jogos, videogames e muito mais. E um dos principais desses novos personagens era o Grande Almirante Thrawn. Agora, o InsiDiney (replicado por alguns outros sites mais conhecidos) afirma que o inteligentíssimo vilão ganhará vida em live action pela primeira vez em uma das vindouras séries de TV do Disney+.

Segundo o site, já há um processo de escalar um ator de renome para interpretar o destacado membro da frota imperial que se tornou um dos mais eficazes e temidos oficiais do Império Galáctico contra o qual os heróis de Star precisavam lutar. Não é informada que série será essa, mas é possível especular algumas.

Antes disso, é importante a informação de que Thrawn surgiu no livro O Herdeiro do Império, primeiro número da trilogia hoje chamada de A Trilogia Thrawn, de Timothy Zahn. A trama se passa após os eventos de O Retorno de Jedi, o filme que encerra a Trilogia Clássica de filmes de Star Wars, quando Luke Skywalker, Leia Organa e Han Solo lideram a Rebelião na vitória definitiva contra o Império.

Nos livros, em uma ambientação que aprofunda o universo dos filmes, o Império caiu, o Imperador está morto e seu braço direito, Darth Vader, também, porém, nem todas as naves da frota imperial estavam na batalha de Endor, claro, e entre os remanescentes, alguns se entregaram à Nova República, mas alguns fizeram resistência. E neste caso, destaque ao Grande Almirante Thrawn, que elabora um intricado plano para retomar a glória do Império e derrotar o maior inimigo daquele: o Mestre Jedi Luke Skywalker. A Trilogia Thrawn, contudo, não é mais considerada canônica, tendo em vista que quando a Disney Comprou a LucasFilm decidiu “apagar” o Universo Expandido como forma de dar mais liberdade aos novos escritores e diretores de cinema e TV.

Voltando ao agora…

The Mandalorian foi a primeira série de TV de Star Wars e sua primeira temporada foi um grande sucesso. A série também se passa após O Retorno de Jedi, mais ou menos no mesmo período de tempo do que A Trilogia Thrawn, que embora não mais canônica, ainda serve de referência para que Thrawn existe e está (presumivelmente) no mesmo posto que estava no Universo Expandido. Todavia, o Almirante não deve participar desta série, pelo menos não agora, porque se afirma normalmente que a segunda temporada já teve suas filmagens encerradas antes do isolamento social obrigatório por causa da pandemia mundial do novo coronavírus. E as notícias é que o ator ainda será escalado.

Não é impossível, mas é pouco provável que Thrawn apareça aí – há outros vilões para desenvolver nesse programa.

As opções mais prováveis é que Thrawn apareça na série de Ahsoka Tano ou em Cassian Andor, o prelúdio de Rogue One.

Ahsoka Tano é uma querida personagem dos desenhos animados de Star Wars, que surgiu em The Clone Wars – que se passam uns 25 anos antes de O Retorno de Jedi – , mas a padwan Jedi apareceu de novo em uma versão mais madura em Rebels – que se passa uns 5 ou 7 anos antes de Jedi. E aí é que está o ponto: as temporadas finais de Rebels trouxeram a estreia de Thrawn fora dos livros (e fora do velho Universo Expandido, e portanto, se tornando canônico) e, no episódio final, Thrawn desaparece junto a Ezra Bridger.

Já é confirmado que Ahsoka Tano aparecerá na segunda temporada de The Mandalorian, vivida pela atriz Rosario Dawson. Também é certo que ela fará uma participação rápida, de apenas um episódio, como um trampolim para sua própria série. Muito assumem que a trama do programa da ex-Jedi é justamente ir atrás de Ezra Bridger e, portanto, pode trazer também Thrawn no pacote.

Cassian Andor e K2SO: ambíguos.

Embora este seja o lugar mais provável do Almirante de pele azul e olhos vermelhos dar as caras, não é improvável que o vilão apareça em Cassian Andor. Aqui, teríamos Thrawn no apogeu da carreira, com o Império a todo o vapor e tendo que lidar com as primeiras insurgências da Aliança Rebelde formatada – uma consequência de Rebels. O gap entre esta e Andor – em relação à volta de Thrawn – pode ser explicado como parte da trama.

Bem mais improvável – mas não impossível (afinal, tudo pode) – seria uma versão mais jovem de Thrawn aparecer em Obi-Wan Kenobi, a série sobre o querido Mestre Jedi, que se passa em torno de 10 anos antes de O Retorno de Jedi e que também será produzida em breve. Kenobi estará em Tatooine observando à distância o crescimento de Luke Skywalker, mas não seria impossível precisar lidar com uma frota imperial e seu futuro Grande Almirante célebre.

É pouco provável porque este tipo de confronto chamaria demais a atenção para Kenobi, que no cânone da saga se mantém uma figura escondida e nas sombras até Luke Skywalker estar pronto para ingressar na luta contra o Império e se tornar o último dos Jedi. Daí, é mais adequado que Kenobi lide com outra faceta do universo de Star Wars, como bandidos, contrabandistas, o violento povo da areia e foras da lei em Tatooine, que podem envolver o caçador de recompensas Boba Fett e o gangster Jabbah, the Hut.

O fato é que Thrawn tem grande potencial para ser um novo grande vilão na saga em live action e, quem sabe, pavimentar a estrada para, no futuro, em uma nova versão da história, vermos seu caminho se cruzar com o seu maior desafio: Luke Skywalker.

Ou você acha que a LucasFilm não fará – em breve? – filmes retratando as aventuras de Luke após O Retorno de Jedi e antes de vermos sua derrocada e “ascensão” em O Despertar da Força, Os Últimos Jedi e A Ascensão Skywalker?