Hoje à tarde, o The Wall Street Journal adiantou o furo: Mulher-Maravilha 1984 irá ser adiado dois meses em seu lançamento; e em seguida, a Warner Bros. confirmou: a sequência da princesa amazona chega aos cinemas agora no dia 25 de dezembro.

O motivo do adiamento é a pandemia mundial de Covid-19 e a incerteza de que os cinemas são ambientes seguros, além do fato de que alguns estabelecimentos estão voltando a funcionar na Europa, na China e em outros lugares, mas de modo ainda muito tímido e restrito.

Mulher-Maravilha 1984 estava previsto inicialmente para estrear em julho, mas a pandemia levou ao adiamento para o dia 02 de outubro; agora, mais uma vez adiado até o Natal. A Warner deve estar bastante chateada com toda essa situação, ainda mais porque, originalmente, os planos eram lançar o filme em novembro de 2019 (!), mas o estúdio optou por prolongar em sete meses a estreia para não correr o risco de acelerar a pós-produção e repetir os efeitos nefasto que isso teve em Liga da Justiça. Mas foi um gesto de exagero e, agora, o longa está mais de um ano “atrasado”.

Mulher-Maravilha 1984 se passa no ano do título e mostrará Diana Price precisando lidar com as ameaças de Maxwell Lord e Cheetah, a Mulher-Leopardo, enquanto seu amado, Steve Trevor, morto em 1917, aparentemente retorna do mundo dos mortos. A direção é de Patty Jenkins.