A Inglaterra está em meio a uma segunda onda da pandemia mundial de Covid-19 e irá entrar novamente em Lockdown amanhã (dia 05/11), permanecendo por um mês até 02 de dezembro, e podendo ser expandido a depender de como se dê o avanço dos casos. Mas apesar disso, as filmagens de The Batman, que ocorrem no país, prosseguirão.

O Primeiro Ministro Boris Johnson – que foi infectado pelo novo coronavírus no início da pandemia e chegou a ser hospitalizado – declarou o novo lockdown no país, mas depois, esclareceu o Batman-News, o membro do parlamento Oliver Dowden, secretário nacional de cultura, mídia, esportes e aspectos digitais, esclareceu em pronunciamento que este segundo lockdown terá algumas particularidades, garantindo excepcionalidades para o campo das artes, cultura e esportes, que poderão continuar a funcionar, desde que guardadas as medidas de segurança sanitárias. Dowden ressaltou que aqueles que podem trabalhar em casa deverão fazê-lo, mas que não pode, poderá sair a depender de caso a caso.

A produção de The Batman já vinha tomando medidas preventivas para enfrentar a possibilidade de um novo lockdown, como já noticiado aqui no HQRock, construindo novos sets de filmagens em estúdio para substituir (ou “dublar”) lugares nas quais as cenas iriam se passar. Foi por isso, também que a produção modificou seu cronograma e passou a maior parte do mês de outubro fazendo gravações externas na cidade de Liverpool, cuja arquitetura neoclássica servirá para dublar a fictícia Gotham City; enquanto uma longa sequência de perseguição entre carros e motos foi filmada pela equipe de segunda unidade em Chicago, nos Estados Unidos. Com o novo acirramento do isolamento social, The Batman deve agora migrar para o trabalho no estúdio.

Não é o primeiro percalço que The Batman enfrenta por causa da pandemia. As filmagens começaram em Londres, em janeiro deste ano, mas foram interrompidas totalmente com a eclosão da pandemia, em março, e só foram retomadas em setembro, porém, após três semanas, a produção parou de novo quando o protagonista Robert Pattinson foi diagnosticado com Covid, cumprindo uma quarentena de 15 dias, quando então as filmagens recomeçaram novamente até este momento. Tudo isso fez com que o filme adiasse sua data prevista de estreia de 25 de junho de 2021 para 01 de outubro do mesmo ano. O longa já teve um primeiro trailer revelado há algum tempo.