images1110658565.jpeg
O diretor Matthew Vaughn.

Dias atrás, divulgamos que o diretor Matthew Vaughn (de Kick-Ass e X-Men – Primeira Classe) está em negociação com a DC Comics para “consertar” alguns filmes de seus super-heróis, especialmente do Superman. Agora, seu amigo e roteirista de quadrinhos, Mark Millar, endossa dizendo que chegou a ser convidado para roteirizar esse filme, que negou a proposta e que a visão de Vaughn para o homem de aço é de um filme edificante e épico.

mark millar in stairs
Mark Millar: criador de HQs.

Em conversa com o JoBlo, Mark Millar falou:

Ele [Matthew Vaughn] e eu somos grandíssimos fãs do Superman. Quer dizer, nós endossamos Richard Donner, amamos os filmes de Christopher Reeve. Na verdade, ele me ligou alguns meses atrás e disse: “Ei, escuta, a DC, eles estão muito interessados que eu faça O Homem de Aço 2. Você quer entrar e fazer isto? E eu fui tipo: “Eu sou exclusivo [tem um contrato de exclusividade] com a Netflix por anos. Não podemos nem ao menos ter essa conversa. E ele foi tipo: “Oh, cara, quais as chances disso?”. E depois, ele meio que caiu fora e se envolveu em um par de coisas e tudo aquilo. Você sabe, é uma daquelas coisas que poderia… quer dizer, se alguém ligar para Matthew e oferecer a ele dinheiro suficiente, tudo pode mudar amanhã!

Apesar do tom de que “ia ser, mas agora não vai” da fala de Millar, foi o próprio Vaughn quem comentou o noticiado anteontem, de que está em conversas com a Warner e a DC e que poderia fazer o novo filme solo do Superman.

Falando sobre isso, Millar também comentou como seria a abordagem do diretor para o último filho de Krypton:

[O projeto do filme] Era na verdade uma coisa enorme, edificante e cheia de esperança. Não há motivo para fazer o Superman que não seja para te fazer se sentir bem. Você deveria sair de um Superman se sentindo realizado! Você tem que se sentir ótimo depois de um filme do Superman. O filme em si ia ser um grande e divertido épico. Mas o Superman tem que ter humor também.

Mark Millar é um entusiasta do personagem e do projeto, como se vê. Millar é um escritor ousado e é autor de Red Son, uma das histórias mais aclamadas do Superman dos últimos tempos, na qual reimagina o homem de aço caindo na União Soviética em vez de nos Estados Unidos e os incríveis desdobramentos disto.

Porém, Millar é mais conhecido por seus trabalhos na Marvel, em especial com Guerra Civil (a história que deu origem ao filme Capitão América – Guerra Civil) e The Ultimates (Os Supremos, no Brasil), a versão radical dos Vingadores no Universo Ultimate da editora. Nos últimos anos, o escritor vem investindo em material autoral, leva da qual Kick-Ass é o produto mais conhecido. Como se pode notar, Millar já foi parceiro de Matthew Vaughn na produção dos dois filmes derivados da história, lançados há alguns anos atrás.