Wonder_Woman_Vol_1_230
Mulher-Maravilha versus Cheetah, nos anos 1970.

O That Hashtag Show conseguiu com suas fontes a informação de que a Warner Bros. quer uma atriz famosa, muito famosa, para viver a vilã de Mulher-Maravilha 2, mais especificamente, Cheetah, a Mulher-Leopardo. Apesar dos rumores apontarem outra inimiga, a mágica Circe como a principal vilã do longa, Cheetah será a oponente física contra a qual a heroína terá que se lançar e, possivelmente, terá até mais tempo de tela do que a outra.

emma_stone,_justin_hurwitz,_damien_chazelle_(30116702391)_(cropped)572756640..jpgO site inclusive chegou a afirmar que a atriz Emma Stone teria sido convidada, mas recusou o papel.

Segundo os informes, a versão da vilã que servirá de base para o filme é a atual: Barbara Ann Minerva.

wonder-woman vol 1 06 cover 1943
A capa de estreia da Cheetah Patricia Rich.

Isto é importante, porque já existiram três versões de Cheetah. A original se chamava Patricia Rich e era uma milionária esquizofrênica com dupla personalidade criada pelo escritor William Moulton Marsterson, o criador da Mulher-Maravilha, estreando na revista Wonder-Woman 06, de 1943.

Cheetah_Deborah_Domaine version
A Cheetah Debie Domaine.

Porém, a personagem foi substituída por Debora “Debie” Domaine, apresentada em Wonder-Woman 274, de 1980, por Gerry Conway e Jose Delbo. Na história ela é uma ecoativista de boa índole que chega até a conhecer e ficar amiga da Mulher-Maravilha, mas também é sobrinha de Rich, mas não sabe da vida criminosa da tia. Quando Rich está à beira da morte, o vilão Kobra sequestra Domaine e realiza tortura e lavagem na garota, transformando-a na nova Mulher-Leopardo.

cheetah post crisis version
A Cheetah Barbara Ann Minerva em sua primeira versão.

Com o reboot cronológico de Crise nas Infinitas Terras, ambas as versões de vilã foram abandonadas e foi criada outra totalmente nova, que surgiu em Wonder-Woman (vol. 2) 07, de 1987, por George Perez (roteiro e arte) e Len Wen (diálogos). Agora, ela é Barbara Ann Minerva, uma arqueóloga britânica rica, ambiciosa e sem escrúpulos. Minerva se tornou a Cheetah antes mesmo da vinda da Mulher-Maravilha para “o Mundo do Patriarcado”, por meio de um ritual mágico na fictícia nação africana de Urzkartaga, de modo não usa um uniforme como suas antecessoras, mas é uma metahumana com superforça e supervelocidade, além de garras afiadíssimas que alterna entre a forma humana e uma felina humanoide.Um detalhe curioso é que a hospedeira do ritual mágico precisava ser virgem e como Minerva obviamente não era, isso a tornou meio louca e raivosa quando assume se transforma na felina.

Quando enfrentou Diana pela primeira vez, Minerva queria roubar o Laço da Verdade. A trama foi usada por Perez para mostrar como Diana era pura, algo ingênua e totalmente honesta em contraponto à humanidade. Minerva se finge de amiga dela para obter o Laço e após descobrir a traição e vencê-la em combate, Diana cai em lágrimas pela decepção.

A existência prévia da vilã foi depois reforçada por histórias retroativas posteriores, pois a Mulher-Leopardo luta contra a Mulher-Gato nas maxisséries Batman: Vitória Sombria e Mulher-Gato: Roma, ambas escritas por Joeph Loeb e passadas, cronologicamente antes da aparição de Diana no nosso mundo.

Wonder-Woman-vs-Cheetah the new 52
Mulher-Maravilha e Cheetah na versão Os Novos 52.

Contudo, como a DC Comics realizou vários minirreboots ao longos dos anos, a versão Minerva de Cheetah sofreu várias alterações. Alguns elementos de sua origem são modificadas a partir de Os Novos 52, em 2011: agora Minerva continua arqueóloga (agora, especializada em relíquias perigosas), mas foi criada por uma comunidade apenas de mulheres chamada Amazônia e se torna a Cheetah após se cortar com um punhal místico que abriga o espírito da Deusa da Caça, no que se transforma em uma felina humanoide.

Mas é com Rebirth (de 2017) que a personagem é mais afetada e, de certo modo, ganha mais profundidade e sua origem é ligada à Mulher-Maravilha. Na trama, seu nome é Barbara Ann Cavendish, e seu pai era um grande estudioso de mitologia, de modo que ela também se aprofunda no tema, se torna uma renomada arqueóloga e – inspirada na lenda das Amazonas e no culto à Deusa, adota o nome de solteira da mãe, Minerva. Em suas pesquisas, Minerva encontra evidências da existência real das Amazonas na Ucrânia e outras pistas no Mar Negro, o que faz com que se torne uma amiga da Mulher-Maravilha.

cheetah rebirth wonder-woman vol 3 03 cover
Mulher-Maravilha e Cheetah na versão Rebirth.

Após presenciar o ataque de Ares à Terra, Minerva fica mais determinada a encontrar Themyscira; e vai à África, porém, é manipulada sem saber por Ares, que consegue garantir que Diana não possa ajudá-la. O deus da guerra pretende transformar Minerva numa semideusa para que ela o ajude a encontrar Themyscira, e repete-se a história de Urzkartaga e a transformação mística na Mulher-Leopardo. Agora, Cheetah se sente traída e abandonada por Diana e vira sua inimiga.

O interessante sobre a atual versão de Cheetah é que sua aparência agora é menos humana e mais felina, o que pode render uma grande presença de tela no cinema.

Os rumores apontam que Mulher-Maravilha 2 se passará nos anos 1980 e terá a Guerra Fria como pano de fundo. As gravações começam em julho.