Star-Wars-The-Last-Jedi-1-2-600x316Esta semana, um rumor cruzou a rede afirmando que, após o fracasso de bilheteria de Han Solo – Uma História Star Wars, a LucasFilm estaria cancelando todos os spin-offs (derivados) da franquia para se concentrar apenas na produção do Episódio IX, que irá encerrar a saga principal e chega aos cinemas em 2019. Porém, a ABC foi atrás do estúdio, que negou a afirmação, mantendo que projetos continuam em desenvolvimento, embora não se diga quais.

Faz sentido que uma máquina poderosa como Star Wars/ LucasFilm não seja travada por um primeiro fracasso, embora este sirva de alerta. Outro rumor – que pode ou não estar relacionado aquele primeiro – divulgado pelo confiável Making Star Wars diz que o estúdio não está mais disposto a arriscar em estrelas em ascensão para realizar seus próximos longas.

Star-Wars-Han-Solo cinema posterIsto faz sentido, embora seja radical. Aos não-iniciados, Solo foi entregue à dupla Phil Lord e Christopher Miller, dois jovens diretores que conseguiram sucesso com Lego Movie. Porém, ao longa das filmagens o duo entrou em choque direto com a presidente da LucasFilm, Kathleen Kennedy, e as coisas chegaram ao ponto da dupla ser demitida com 3/4 das filmagens completadas! A solução foi trazer o veterano (e parceiro da LucasFilm) Ron Howard (de Apolo 13 e O Código Da Vince) para refazer praticamente tudo. Isso elevou bastante os custos de Solo e seu fracasso é um golpe duro.

rogue-one-cassian-jyn-and-k2soPara piorar, o caso Solo tem precedentes. A LucasFilm contratou outro cineasta em ascensão, Gareth Edward (de Godzilla) para dirigir Rogue One – Uma História Star Wars, e a produção também não foi tranquila. Ao que consta, após terminar as filmagens, Edwards foi demitido do cargo (mas manteve o crédito) e o diretor Tony Gilroy foi trazido para refilmar especialmente o fim do filme e realizar o corte final. No fim deu tudo certo, pois o longa fez mais de US$ 1 bilhão nas bilheterias mundiais.

bobafett
Boba Fett.

O estúdio ainda escapou de uma fria talvez pior ainda: outra “estrela em ascensão”, Josh Trank, estava contratado para fazer um filme sobre o mercenário Boba Fett, mas foi sumariamente demitido após o diretor ter um tipo de surto psicótico nas gravações de Quarteto Fantástico e ter criado uma série de problemas (como brigar com o elenco e os produtores e até destruir a casa alugada ao qual estava morando durante as filmagens).

É até compreensível que a LucasFilm queira trabalhar com cineastas mais experientes, mas esta informação é suspeita.

young obi-wan kenobi with lightsaber
Obi-Wan na versão jovem de Ewan McGregor.

Por fim, se as fontes da ABC estão corretas – e a ABC é uma emissora que pertence à Disney, que também é dona da LucasFilm – devemos crer que os derivados planejados ocorrerão. O primeiro deles deve ser sobre Obi-Wan Kenobi, o mestre Jedi que treinou tanto Anakin Skywalker (que virou Darth Vader) quanto Luke Skywalker, o grande herói da série, que deve chegar aos cinemas em 2020 novamente estrelado por Ewan McGregor (que viveu uma versão mais jovem do personagem na Trilogia Prelúdio há mais ou menos 15 anos atrás).

star wars the force awekens rey and ren in battle 2Se o cronograma do estúdio de lançar apenas um filme por ano for mantido daqui para frente (e deve ser), a fila começa com o Episódio IX (que encerrará a trama de Rey e Kylo Ren), cujas filmagens ocorrerão ainda este ano para lançamento em 2019; em seguida, Obi-Wan Kenobi, 2020; o primeiro capítulo da nova trilogia criada por Rian Jonhson (de Os Últimos Jedi), em 2021; o filme de Boba Fett, agora nas mãos de James Mangold (de Logan), em 2022; e sabe-se mais o quê depois.

Existem alguns outros projetos em andamento, como um filme produzido por David Benioff; talvez adaptações de Rebels (o desenho animado que mostra as aventuras que forjaram o nascimento da Aliança Rebelde após a ascensão do Império); o Making Star Wars disse que tem até um filme sobre a cantina de Mos Eisley (o porto aéreo-espacial visto em Uma Nova Esperança)!