dawnofjustice-batman-with-arpel
Ben Affleck como Batman. Não mais.

Já se especulou tanto sobre The Batman que já está ficando chato. O novo filme solo do cavaleiro das trevas foi anunciado cheio de expectativas ainda em 2016 na esteira da boa recepção de interpretação de Ben Affleck para o personagem em Batman vs. Superman – A Origem da Justiça; e ganhou ainda mais hype quando foi revelado que Affleck não apenas iria estrelar o longa, mas também escrevê-lo e dirigi-lo. O motivo? Affleck tem dois Oscars em casa: um de Melhor Roteiro Original por Gênio Indomável (ao lado de Matt Damon); e outro de Melhor Filme por Argo, que ele dirigiu. Infelizmente, tudo deu errado, com Affleck sendo afetado pela pressão, tendo problemas com a bebida; acabando seu casamento, desistindo do filme; a contratação de Matt Reeves para assumir; e todo o fiasco que veio colado a Liga da Justiça. Mas agora, o confiável El Fanboy Podcast afirma: The Batman será ao mesmo tempo um reboot e fará parte do Universo DC nos Cinemas atual.

Em primeiro lugar, Matt Reeves fará The Batman situado no passado, mostrando um homem-morcego mais jovem e nos tempos iniciais de sua carreira de combatente ao crime, com os rumores apontando o Pinguim como o vilão principal. Segundo o site, a estratégia da Warner é deixar o filme solo do cavaleiro das trevas afastado da cronologia atual do Universo DC (que continua valendo até segunda ordem). Assim, pelo menos por enquanto, The Batman se passa antes do herói conhecer Superman e Mulher-Maravilha.

DC_Trinity_Batman_Superman_Wonder_Woman_in_Justice_League
A Trindade da DC: Batman, Superman e Mulher-Maravilha em Liga da Justiça. Não os veremos por um tempo. Um longo tempo?

Com isso, o estúdio pode decidir depois integrar esse novo Batman ao Universo DC ou simplesmente seguir em outra direção, a depender do resultado dos outros filmes da DC, como Aquaman, Shazam!, Aves de Rapina etc. O El Fanboy resume:

Então, essencialmente, eles [Warner] querem desenvolver esse filme do Batman como se fosse um reboot, como se fosse tudo novo. Mas não vão fazer nenhuma grande ênfase nisso, apenas vão fazer um filme sobre um Batman mais jovem que… Eu acredito que se passa no passado, o que cria uma saída para se eles quiserem que ele cruze caminhos com outros personagens da DC de novo…

Eles vão fazer sua própria franquia solo do Batman, vão basicamente começar ele de novo em algum grau, mas deixarão a porta aberta para que, dependendo como serão os próximos filmes da DC, daqui em diante, possam decidir em que continuidade ele faz parte e se poderão ou não seguir adiante com o conceito de universo compartilhado e fazer mais filme de encontros.

Ou seja, The Batman se passará no passado com um Bruce Wayne mais jovem que pode ou não ser o mesmo que já vimos em Batman vs. Superman e Liga da Justiça (e também em Esquadrão Suicida, é verdade). Se este filme der certo e os da DC não, teremos um homem-morcego totalmente novo para brincar. Se der certo e os filmes da DC também, então, poderão daqui há alguns anos pegar esse novo ator, dar uma ligeira envelhecida nele (com maquiagem) e dizer que é o cara que está interagindo com Superman e Mulher-Maravilha e fazendo parte da Liga da Justiça.

Se não der certo nem os filmes da DC, aí lascou tudo.

Batman-Justice-League perfilMas a solução intermediária é a que deve funcionar. Por isso, esse Batman mais jovem depois simplesmente vai substituir Ben Affleck nos encontros do homem-morcego com o restante da DC.

dawnofjustice batman vs superman fight
A Origem da Justiça.

É uma pena, pois pouca coisa funcionou no Universo DC dos Cinemas, mas uma coisa que funcionou com certeza foi o Batman de Ben Affleck. Sua visão de um Bruce Wayne mais velho, sábio, cético, cínico, extremamente habilidoso, e que, no momento em que o reencontramos, está em uma “baixa” da vida, descrente na sua própria missão e em seu propósito; termina encontrando no surgimento do Superman uma desculpa para “limpar” o mundo ao seu jeito; mas ao longo dos filmes seguintes vai se reconectando a sua própria humanidade e se tornando um sujeito melhor, renovado em espírito ao ponto de ser o grande fundador e líder da Liga da Justiça – tudo isso é fantástico e foi muito bem feito.

justice league movie poster with supermanHollywood não gosta de Ben Affleck, seja lá por qual motivo. Ele é caçado e difamado há anos. Muitos anos. Não é de agora. Seu trabalho nos filmes da DC foi excelente! Seu Batman é a melhor coisa em Liga da Justiça, um filme bagunçado, mas que tem pontos positivos. Torná-lo “o culpado” pelo fracasso da DC nos cinemas como às vezes a imprensa parece carregar nas tintas não é justo.

Se há culpados na DC ter dado errado, culpem os executivos da Warner (que fizeram várias escolhas equivocadas, a maior delas não terem adiado a estreia de Liga da Justiça em vista dos problemas e terem deixado o filme implodir por si próprio), culpem Zack Snyder (que não soube se comunicar com o grande público dos EUA) – nunca ficou claro qual o papel de Geoff Johns nisso tudo, então, não vou implicá-lo por enquanto – mas Affleck não é um deles. Ele fez seu trabalho e muito bem, ao contrário da desconfiança implicada em cima dele desde o momento em que foi revelado como o novo Batman .

dawnofjustice ultimate bruce wayne unmasked
Ben Affleck como Bruce Wayne.

Se Affleck cometeu um erro, foi ter aceitado dirigir, escrever e estrelar The Batman, em vista da enorme pressão que isso lançou em sua vida pessoal. Mas ele vinha da aclamação do Oscar de Argo, um filme elogiadíssimo. De qualquer modo, o ator-diretor soube pular fora do cargo há tempo, antes das coisas ficarem complicadas demais.

Agora, a Warner parece estar criando uma situação extremamente complicada ao futuro da DC nos cinemas aparentemente apenas para atender aos caprichos de Matt Reeves, que quer fazer “o seu” Batman e não estar submetido à visão inicial de Affleck. E, sinceramente, Reeves não mostrou serviço o suficiente em sua carreira para tudo isso.