cranberries
The Cranberries em 2012.

Dez dias atrás, finalmente, a perícia médica revelou a causa mortis de Dolores O’Rordian, a cantora e compositora irlandesa, líder da banda The Cranberries. O laudo diz que a criadora de hits como Linger e Zombie morreu de afogamento acidental: no dia 16 de janeiro, após beber uma garrafa de champagne e cinco garrafinhas de álcool, a artista terminou adormecendo na banheira do quarto de hotel no Hilton Park Lane, em Londres, e se afogando sem querer. Agora, em entrevista ao The Guardian, os membros remanescentes confirmam que estão finalizando o último disco da banda, com as gravações deixadas por ela.

Segundo Noel Hogan, guitarrista dos Cranberries e principal parceiro de O’Rordian na criação das canções, o grupo vinha trabalhando discretamente no novo disco ao longo do ano passado, inclusive, na véspera de sua morte, no dia 14 de janeiro, a cantora tinha enviado os vocais finais de duas canções para Hogan por email.

cranberries 2018 without doloresNos últimos anos, Dolores estava morando em Nova York, nos EUA, e a banda só se reunia em estúdio às vezes, com a maior parte do tempo, Noel e seu irmão Mike Hogan (baixo) e o baterista Fargal Lawer fazendo as bases instrumentais em estúdio, na Irlanda, e O’Rordian gravando os vocais em Nova York.

Na entrevista ao The Guardian, o trio remanescente falou sobre os últimos dias de Dolores O’Rordian. Noel Hogan diz que encontrou com a cantora pela última vez em novembro de 2017 (dois meses antes da morte dela) num hotel em Limerick, cidade-natal da banda, quando o guitarrista aceitou uma entrevista com uma jornalista chinesa. Os Cranberries fazem bastante sucesso na China e tinham agendado uma grande turnê por lá. Embora Dolores morasse em Nova York, parecia estar entediada e, de última hora, decidiu ir até Limerick para também participar da entrevista, voando até lá.

cranberries-show-no-brasil1O grupo confirma que a cantora vinha sofrendo de dores nas costas, causadas por uma hérnia de disco, o que causou o cancelamento da última turnê da banda. Mas que ela estava em melhor estado de espírito do que nos anos anteriores.

Figura geralmente discreta e tímida, O’Rordian passou por alguns momentos turbulentos nos últimos tempos. Em 2014, durante um voo entre Nova York e Limerick, a cantora teve um surto e agrediu verbalmente a tripulação, o que a levou à prisão. Depois daquilo, ela foi diagnosticada como portadora do distúrbio de bipolaridade e passou por tratamento psiquiátrico. Numa entrevista da época, ela também assumiu que entre os 8 e os 12 anos de idade foi abusada sexualmente por um amigo da família; o que desencadeou um processo depressivo, o que a levou a tentar o suicídio em algumas oportunidades.

The_Cranberries dolores oriordan singingMas tudo parecia para trás nos últimos meses, Hogan diz que os médicos e terapeutas haviam encontrado o coquetel certo para medicá-la e ela se encontrava bem, nenhum conflito durante as gravações finais ao mesmo tempo em que ela falava sobre seus problemas pela primeira vez.

Por causa disso, o guitarrista afirma que o conteúdo das letras é muito forte.

O disco será o último do Cranberries, ele adianta, e será lançado no ano que vem. Este ano, no dia 19 de outubro a banda lançará um Box-Set especial comemorativo do primeiro álbum da banda, Everybody Else is Doing It, So Why Can’t We?, de 1993.