A Sony Pictures agendou oficialmente dois filmes para estrear em 2020, mostrando claramente a intenção de ampliar o universo em torno do Homem-Aranha. Primeiro produto dessa iniciativa, Venom, estrelado por Tom Hardy e baseado no popular vilão do aracnídeo, foi lançado este ano e, a despeito das críticas ruins, é um grande sucesso.

As datas de estreia são 10 de julho e 02 de outubro de 2020 e os filmes respectivos ainda não foram revelados.

Um deles é quase certo ser Morbius, baseado no vampiro vivo que é um misto de anti-herói e oponente do Homem-Aranha, que será protagonizado por Jared Leto (o Coringa de Esquadrão Suicida). As filmagens estão próximas de começar e Leto até já divulgou uma imagem de cabelos curtos com o visual que usará no longa.

É muito provável que a outra data seja Venom 2, já que o filme fez um sucesso maior do que o esperado, até ultrapassando Deadpool 2, por exemplo, outro personagem da Marvel, mas nas mãos de outro estúdio, a 20th Century Fox.

A Sony tem planos de expandir ao máximo esse universo em torno do Homem-Aranha. Além do confirmado Morbius, há em desenvolvimento longas sobre as heroínas Jackpot (Loteria) e Silk (Teia) e outro com as anti-heroínas Silver Sable e Gata Negra (cujo título seria Silver and Black), mas que os rumores recentes dizem que foram divididos em dois filmes distintos. Também há o violento herói Nightwatch, que os boatos diziam que seria dirigido por Spike Lee, mas o diretor negou envolvimento. E ainda circula o projeto de um longa focado no vilão Kraven, o caçador, possivelmente adaptando a história A Última Caçada de Kraven, uma das melhores do Homem-Aranha.

A Sony já tem um plano de criar filmes baseados no universo do Homem-Aranha para além do herói desde 2012, quando tentaram levar ao ar um filme sobre a equipe de vilões Sexteto Sinistro, mas tudo foi por água abaixo com o fracasso miserável de O Espetacular Homem-Aranha 2.

Desde então, a Sony fez uma parceria com o Marvel Studios, dividindo o herói aracnídeo com o universo ficcional dos Vingadores, de modo que o personagem apareceu em Capitão América – Guerra Civil e Vingadores – Guerra Infinita e voltará em Vingadores 4 no ano que vem, além de Homem-Aranha – De Volta ao Lar de 2017 e sua sequência Homem-Aranha – Longe Demais de Casa, que chega aos cinemas no ano que vem, também.

Venom, portanto, é a primeira obra dessa empreitada e seu sucesso fará a Sony investir pesado. Curiosamente, o filme do simbionte alienígena não faz nenhuma menção ao Homem-Aranha, mas é provável que a expansão venha a estreitar esses laços.