Segundo o TV Line, o canal The C.W. autorizou a produção do Episódio Piloto de Batwoman, série de TV que mostrará as aventuras de Kate Kane, uma vigilante inspirada no Batman que fez sua estreia televisiva no crossover especial entre as séries Arrow, The Flash e Supergirl, exibido em dezembro passado.

Ruby Rose interpreta a protagonista e o programa foi escrito por Caroline Dries (de Vampire Diaries) que será também produtora executiva ao lado de Greg Berlanti (produtor de Arrow, The Flash e Supergirl), Sarah Schechter e Geoff Johns (escritor de quadrinhos e ex-presidente da DC Entertainment e da DC Films).

A direção do episódio será do tradicional David Nutter, que já fez os pilotos de várias séries da DC Comics, como Smallville, Arrow e The Flash.

A Batwoman foi criada nos quadrinhos em Detective Comics 233, de 1956, por Jack Schiff, Edmond Hamilton e Sheldon Moldoff, chamada então de Kathy Kane. Limada das HQs em 1964, foi reinventada nas edições de 52 N.° 07 e 11, de 2006, na qual aparece como Kate Kane e Batwoman respectivamente. Seu visual moderno foi criado por Alex Ross e a personagem foi desenvolvida por Geoff Johns, Grant Morrison, Greg Rucka, Mark Waid e Keith Giffen. A personagem chamou a atenção e ganhou uma revista própria em 2009, com o roteirista e desenhista J.H. Williams III e o corroteirista W. Haden Blackman, que foi aclamada pela crítica e fez sucesso.

Nesta versão, a heroína é lésbica e de ascendência judia. Seu sobrenome é uma homenagem ao criador do Batman, Bob Kane, e nas histórias, a família Kane é uma das mais antigas, ricas e importantes de Gotham City. A mãe de Bruce Wayne se chamava Martha Kane antes de casar. Kate Kane já teve envolvimentos amorosos com outras personagens lésbicas da DC Comics, como a detetive Renée Montoya e a também policial Maggie Swayer, com quem quase casou.

A sinopse oficial de Batwoman diz que Kate Kane é “uma vigilante abertamente lésbica e uma lutadora de rua altamente treinada que irá tentar parar o ressurgimento do crime na cidade decadente.

Fazer o episódio piloto significa que os executivos do The C.W. irão avaliar o resultado e dar a autorização (ou não) para a produção de uma temporada. Porém, em vista do sucesso que Greg Berlanti vem conseguindo com seus programas não se surpreenda se Batwoman estrear em setembro próximo.