A Academia de Artes e Ciências de Hollywood divulgou a lista final dos indicados aos seus prêmios, o Oscar 2019, e Pantera Negra faz história sendo o primeiro filme de super-heróis a ser indicado ao Oscar de Melhor Filme, além de outras indicações técnicas. A cinebiografia do cantor Freddie Mercury e a banda Queen, Bohemian Rhapsody, também está indicado na categoria principal.

Os indicados a Melhor Filme são:

  • Bohemian Rhapsody
  • A Favorita
  • Green Book – O Guia
  • Infiltrado na Klan
  • Nasce uma Estrela
  • Pantera Negra
  • Roma
  • Vice

Nunca na história da premiação, um filme de super-heróis foi indicado ao prêmio principal. Superman – O Filme (1978) encantou os críticos e é lembrado como um clássico, mas foi indicado (e ganhou) a um prêmio de Efeitos Especiais. Batman – O Filme (1989) também foi aclamado pelos críticos, mas nos prêmios principais emplacou uma indicação de Ator Coadjuvante para Jack Nicholson pelo papel do Coringa, e ganhou um celebrado Oscar de Direção de Arte. Depois disso, apenas Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008) foi indicado em uma categoria principal e ganhou, com Melhor Ator Coadjuvante para Heath Ledger pelo papel de Coringa. Outro feito foi Logan (2017) que foi indicado a Melhor Roteiro Adaptado, mas não levou.

Pantera Negra ser indicado ao Oscar de Melhor Filme é um feito e tanto. A Academia tem preconceito com filmes de entretenimento e não sabe lidar com longas e diretores que quebram as fronteiras entre o campo “de qualidade” e “diversão”. Por isso, nomes como Christopher Nolan (que podia ter ganhado – e merecia – Melhor Filme e Diretor por O Cavaleiro das Trevas) só foi indicado recentemente por Durkirk, mas não foi por outras obras-primas, como O Grande Truque, A Origem e Interstellar. E um nome como Steven Spielberg só levou a estatueta por A Lista de Schindler após duas décadas de filmes fabulosos.

A indicação do filme é para comemorar, mas não espere que ele leve a estatueta. Não há a menor chance. Seu prêmio (e reconhecimento) é ter sido indicado. Essa é a vitória a celebrar. Não só pela qualidade do filme – um bom filme é um bom filme, não interessa o gênero – mas pelo o que ele representa: a representatividade e a discussão sobre diversidade em Hollywood e no mundo. Um longa divertido, com uma história de ação, mas uma trama subjacente de importante conteúdo cultural e político.

Além de Melhor Filme, Pantera Negra também concorre a Direção de Arte, Figurino, Edição de Som, Mixagem de Som, Trilha Sonora Original e Melhor Canção por All the stars. São 7 indicações, a maior de um filme de super-heróis da história. Outro feito!

Dentro da mesma família, Vingadores – Guerra Infinita está indicado a um prêmio: Melhores Efeitos Visuais.

O desenho Homem-Aranha no Aranhaverso está indicada a Melhor Animação e já levou o Globo de Ouro na mesma categoria, sendo um grande candidato a levar ao prêmio.

No campo nerd, Han Solo – Uma História Star Wars também está indicado a Melhor Efeitos Visuais.

Bohemian Rhapsody pode ser um dos grandes ganhadores da noite. Além da indicação a Melhor Filme, também concorre por Melhor Ator (Rami Malek), Edição, Edição de Som e Mixagem de Som, sendo 5 indicações no total.

As maiores indicações da noite são Roma, A Favorita e Green Book – O Guia. O primeiro e o segundo com 10 indicações cada um. O terceiro tem “apenas” 5 indicações, mas pode ser quem leve a estatueta de Melhor Filme. Isso porque apesar do favoritismo (da imprensa?) para Roma, de Alfonso Cuaron, existe uma histórica rivalidade entre a Academia e os canais de streaming como a Netflix (que produziu o longa) e o fato de que, como é um filme falado em espanhol, com legendas, termine levando o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Roma ganhou o Globo de Ouro, mas Vice (que também está indicado a Melhor Filme) levou o Globo de Ouro de Melhor Comédia ou Musical (eles dividem as categorias) e Green Book levou o prêmio do Sindicato dos Produtores de Hollywood.

Façam suas apostas!