Algumas semanas atrás, Ciclope, o líder dos X-Men, voltou dos mortos nas histórias em quadrinhos da Marvel Comics. Todos sabem que nas HQs, os personagem costumam “voltar da morte” com alguma frequência e, agora, foi a vez de Scott Summers. O personagem havia batido as botas na saga Death of X, em 2016, e apareceu vivíssimo da vida em Uncanny X-Men 10, no mês passado. Mas como tinha voltado era segredo até a publicação de Uncanny X-Men Annual 01, hoje.

Na história escrita por Ed Brisson e desenhada por Carlos Gomez, é mostrado que o jovem Cable (personagem que é Natham Summers, o filho de Ciclope, que ainda bebê, foi levado para o futuro e voltou como um homem de meia idade, mais velho do que o pai; mas este é uma versão juvenil dele, de antes de sua primeira vinda (isso mesmo, é tão confuso quanto parece) ressuscitou o pai. Na trama, Cable usa um artefato usado pelos Vingadores para combater a Força Fênix – uma entidade cósmica superpoderosa que já dominou Jean Grey no passado (sabe X-Men – Fênix Negra, o filme que vem aí?), mas também se apossou de Ciclope na saga Vingadores vs. X-Men, de 2012 – e, se aproveitando de seu conhecimento tecnológico do futuro usa o artefato para manipular as energias remanescentes da Força Fênix no cadáver de Scott Summers e faz o líder dos X-Men voltar à vida.

E parece que voltar à vida ainda operou outro milagre: Summers magicamente deixou de ser o extremista mutante que se tornou nos últimos anos e voltou a ser o personagem mais moderado de 10 anos atrás, o que se reflete nele ter aparecido usando não sua roupa mais recente, mas o uniforme de 2006 (no topo do post) e, depois, trocá-lo pelo que usou a partir de 1991. Explico: a partir da saga Cisma, Scott Summers foi sendo mostrado cada vez mais radical em sua postura de defender a raça mutante, terminando por, após Vingadores vs. X-Men, se tornar quase um terrorista e, com isso, muito próximo (ou mesmo já sendo) um vilão dentro das histórias da Marvel. Mesmo que alguns roteiristas legitimassem suas ações, o extremismo chocou muitos velhos fãs dos X-Men.

Mas não há motivos para se preocupar: o jovem Cable faz um teste com seu pai colocando-o em uma encruzilhada entre salvar um homem e um mutante e Ciclope diz que os X-Men precisam salvar a todos. Enfim, as coisas voltam ao normal na típica solução “mágica” dos quadrinhos preguiçosos.

Uncanny X-Men Annual 01 saiu hoje nos EUA e tem capa de Salvador Larroca.