Já faz algum tempo que rondam notícias e rumores sobre a gravação de um novo álbum do AC/DC, uma das mais populares bandas de hard rock do mundo. Enquanto o grupo veio se desintegrando nos últimos anos por causa de uma série de infortúnios, há rumores de que todos os membros da formação clássica da banda estiveram reunidos nas gravações. Incluindo Malcolm Young, falecido em 2017: antigas gravações do guitarrista teriam sido usadas para compor novas canções. A novidade é que o baixista Cliff Williams também esteve nas sessões. É o que garante o Ultimate Classic Rock.

Segundo o site, uma foto do Instagram, de dezembro do ano passado, mostrava não apenas o vocalista Brian Johnson, mas também o baixista Cliff Williams entrando ou saindo do estúdio no Canadá em que a banda australiana se reuniu. O mesmo estúdio em que gravaram seus álbuns Stipp Upper Lip (2000), Black Ice (2008) e Rock or Bust (2014).

Uma notícia anterior falava que o guitarrista Angus Young, único remanescente da formação clássica da banda, estava resgatando gravações antigas, realizadas com seu irmão, Malcolm, que serviriam de base para o novo disco, mas o grande lance é que as sessões terminaram reunindo o vocalista Brian Johnson, o baixista Cliff Williams e até o baterista Phil Rudd, todos que abandonaram o grupo em tempos recentes.

Malcolm Young of AC/DC performs at ANZ Stadium in Sydney, 18/2/10

Malcolm Young foi afastado da banda após a gravação de Rock or Bust, em 2014, porque sofria de degeneração nervosa, o que o levou à morte em novembro de 2017. Além dele, a turnê teve que ocorrer sem o baterista Phil Rudd, que foi acusado de agressão em um tribunal, e seu lugar foi ocupado por Chris Slade, que já havia tocado no AC/DC entre 1989 e 1994.

Já perto do final da turnê, o vocalista Brian Johnson foi obrigado a se afastar, quando seus médicos o diagnosticaram com um processo de surdez progressiva irreversível: se continuasse fazendo shows, ficaria totalmente surdo. Seu lugar foi ocupado por Axl Rose, o vocalista dos Guns’n’Roses. Ao final da excursão, em setembro de 2016, o baixista Cliff Williams anunciou sua aposentadoria e deixou a banda.

Assim, nos shows que se seguiram desde então, Angus Young ficou como único membro da formação clássica do AC/DC, tendo Slade e Rose como companheiros ilustres.

Mas isso não significa que o bom e velho AC/DC possa voltar a dar as caras. Pelo menos em estúdio. Não há nenhuma informação oficial sobre o disco, nem data de lançamento, mas as evidências apontam que pelo menos parte dele terá o quinteto terrível de volta.

Diz-se isso porque não é impossível que Rose e Slade também apareçam em algumas faixas.