Dias atrás foi divulgada a mudança da data de estreia de Bond 25, o novo filme da franquia de James Bond, o agente 007, que foi adiada por dois meses, ficando em 08 de abril de 2020. O motivo foi revelado ontem pelo The Playlist: um novo roteirista foi contratado para finalizar o longa.

De acordo com o site, Scott Z. Burns foi encarregado de polir (ou reescrever) o roteiro prévio criado por Robert Wade e Neal Purvis, que são os escritores residentes da franquia há bem mais de uma década.

O site afirma que o diretor Cary Joji Fukunaga demandou mudanças significativas no roteiro e que Burns pode terminar sendo o único roteirista creditado. Ou seguindo as estranhas regras de Hollywood, ficar como “história por Wade e Purvis, roteiro por Burns”.

Scott Z. Burns é um prestigiado doctor script, ou seja, aqueles roteiristas encarregados de dar um “polimento final” em textos de outros autores e que, pelas regras rígidas de Hollywood, nem sempre ganham crédito por isso. De qualquer modo, Burns escreveu The Borne Ultimatum e a versão final de Rogue One – Uma História Star Wars, que passou por intensas refilmagens antes de chegar ao cinema. Ele acabou de estrear como diretor com The Report, elogiado no Sundance Film Festival.

Bond 25 será a quinta e última vez que Daniel Craig interpretará 007.