Beatles e recordes são palavras que combinam. E agora, o quarteto de Liverpool assoma outro para a bagagem: relançado em 2018 numa nova edição com remixes e material inédito, o The White Album, ou Álbum Branco, em português, elevou suas vendas e agora é o quarto disco mais vendido da história, nos Estados Unidos, segundo os dados da RIAA (The Recording Industry Association of America), órgão oficial que contabiliza as vendas naquele que é o maior mercado musical do mundo.

Mesmo nos dias de hoje, contabilizar a venda de discos no mundo inteiro é um feito quase impossível, pois apenas alguns mercados realmente têm dados bem organizados e contagens confiáveis, como é o caso da RIAA nos EUA. Assim, as vendas globais (que hoje em dia – RIAA inclusa – contabilizam inclusive os streamings e até as exibições em vídeo ou áudio em canais como o YouTube) só podem ser estimadas com margens variáveis de confiabilidade. Por outro lado, tendo em vista o gigantismo do mercado dos EUA, é possível estabelecer com alguma validade que os discos mais vendidos naquele país correspondem (mais ou menos) aos mesmos mais vendidos no mundo, pois nenhum outro mercado se iguala em números, à exceção da China. Mas como o mundo chinês é fechado e seus dados restritos, temos que deixar o gigante do Oriente de fora de nossas reflexões.

Segundo anunciou o site da própria RIAA, o Álbum Branco chegou à marca de 24 Discos de Platina (ou seja, certificado 24 vezes como Disco de Platina), o que quer dizer que vendeu mais de 24 milhões de discos somente no mercado dos EUA, sendo portanto, o quarto álbum mais certificado da história daquele mercado.

O feito, atingido agora no mês de fevereiro, só reforça a potência dos Beatles, que são os artistas que mais receberam certificações da RIAA ao longo do tempo, nada menos do que 178 milhões de certificações (entre singles e álbuns de Ouro, Platina e Diamante!), o que faz de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr os maiores vendedores de discos da história dos Estados Unidos e, presumivelmente, do mundo inteiro (excluindo a China?).

Na classificação da RIAA, um disco (seja álbum ou single) é certificado como Disco de Ouro quando vende mais de 500 mil cópias; ganha Disco de Platina quando ultrapassa 1 milhão de unidades, e cada vez que atinge outro um milhão ganha um novo disco do tipo; até o Disco de Diamante (recentemente criado), quando se ultrapassa as 10 milhões de cópias vendidas. Isso significa que o Álbum Branco tem 2 Discos de Diamante nas costas!

Os Beatles são os artistas que mais possuem Discos de Diamante pendurados nas paredes, como The Beatles 1967-1970, com 17 vezes platina; The Beatles 1962-1966, com 15 vezes platina (ambos são coletâneas); Abbey Road (1969), 12 vezes platina; 1 (outra coletânea), 11 vezes platina; e Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band (1967), também com 11 vezes platina. Este último também sofreu um relançamento em 2017 com remixes e material inédito.

A certificação da RIAA para Disco de Ouro (o de Platina só foi criado anos depois) foi emitida pela primeira vez em 1958 e é um dos principais termômetros de sucesso de um disco ou artista nos EUA, bem como, já dissemos, para o resto do mundo.

O Top 10 de Álbuns mais Vendidos (mais certificados) da RIAA é o seguinte (artista: álbum (ano) – número de certificações):

  1. Eagles – Their Greatest Hits 1971-1975 (1975) – 38;
  2. Michael Jackson: Thriller (1982) – 33;
  3. Eagles: Hotel California (1975) – 28;
  4. The Beatles: The Beatles (The White Album) (1968) – 24;
  5. Billy Joel: Greatest Hits, Volume I & II – 23;
  6. Led Zeppelin: IV (1971) – 23;
  7. Pink Floyd: The Wall (1979) – 23;
  8. AC/DC: Back in Black – 22;
  9. Garth Brooks: Double Live – 21;
  10. Hootie & The Blowfish: Cracked Rear View – 21.

Os Beatles foram fundados como uma banda de garagem quando John Lennon ainda era um adolescente, em Liverpool, em 1956, e foi agregando os demais membros ao longo dos anos seguintes – Paul McCartney (1957), George Harrison (1958) e Ringo Starr (1962) – até estrear em disco em 1962 e se transformar na mais influente e de maior sucesso banda do século XX. O conjunto se separou já em 1970, após 13 álbuns, e seus membros seguiram carreiras solo de sucesso.