Nesta quarta-feira, 10 de abril, Daniel Craig se torna o mais longevo ator a encarnar James Bond, o agente 007, nos cinemas. Sexto ator a interpretar o personagem na tela grande dentro da franquia oficial, o britânico rompeu o recorde que era de Roger Moore, que ficou pouco mais do que 12 anos na pele do espião a serviço secreto de Sua Majestade. E em outra notícia relacionada, Chris Hemsworth (o Thor dos filmes da Marvel) disse (mais uma vez) que adoraria interpretar Bond nos cinemas.

Segundo a contagem do Daily Mirror, Daniel Craig completa 4.527 dias como James Bond, quase 13 anos desde sua estreia em 007 – Cassino Royale, em 2006. Com isso, ultrapassa a marca de Roger Moore, que ficou pouco mais de 12 anos como Bond, entre 007 – Viva e Deixe Morrer (1973) a 007 – Na Mira dos Assassinos (1985), largando a licença para matar aos 59 anos de idade. Craig tem 51 anos.

Mas a conta de filmes pende para Moore, que estrelou 7 filmes, enquanto Craig tem 4 no currículo (Cassino Royale, Quantum of Solace, Operação Skyfall e Spectre) e está filmando o quinto (Bond 25 – sem título oficial).

Os dois atores deixam bem para trás o escocês Sean Connery, que viveu 007 por pouco mais de 5 anos seguidos, entre 1962 e 1967, e depois voltou para um último filme, em 1971.

Connery (1962-1967; 1971); Lazenby (1969); Moore (1973-1985); Dalton (1987-1989); Brosnan (1995-2002); Craig (2006-2020).

Além deles, Pierce Brosnan fez 4 filmes entre 1995 e 2002; Timothy Dalton fez 2 (1987-1989); e George Lazenby fez um único filme (1969).

Em outra notícia relacionada a 007, numa entrevista à revista Balance, o ator Chris Hemsworth (Thor – Ragnarok e Vingadores – Guerra Infinita) disse (mais uma vez) que adoraria interpretar James Bond. Perguntado sobre o tema, o ator australiano disse:

Quando estávamos filmando Rush, alguém disse aquilo [que ele estava sendo cotado como o próximo James Bond] e eu pensei: “Legal, se esse for o meu teste de câmera, então, ótimo!”. Eu acho que você nunca encontrará ninguém que não queira dar uma palhinha em James Bond. Eu amaria fazer!

Australiano, um dos países que faz parte da Commonwealth do Reino Unido, Chris Hemsworth interpretou o britânico James Hunt, corredor de Fórmula 1, em Rush, e foi elogiado no papel.

Mas ao mesmo tempo, Thor dos filmes da Marvel se apressou em saber que é difícil:

Mas há muitos elementos nisso e é algo que está além de mim mesmo. Não é um [filme] que você possa colocar a si mesmo dentro.

Com o fato alardeado de que Bond 25 é o quinto e último filme de James Bond por Daniel Craig, o nome que o substituirá já movimenta as casas de apostas londrinas. Há alguns dias, o mesmo Daily Mirror apontou que o escocês Sam Heugham é um dos favoritos na corrida. O jornal também já apontou Richard Madden (o Robb Stark de Games of Thrones) ao papel.

Na verdade, a EON Productions não será louca de discutir com atores a substituição de Craig no papel antes de que Bond 25 estreie. Assim, a seleção de um novo ator só virá lá para o meio de 2020 e 2021. Na última vez em que houve uma substituição no papel, em 2003-2004, houve uma frenética movimentação de candidatos, inclusive, muitos atores que eram ou se tornaram ilustres, como Henry Cavill (o Superman), Hugh Jackman (o Wolverine) e Ewan McGregor (Obi-Wan Kenobi). Nesta nova rodada, quem sabe Chris Hemsworth – que é australiano (como Lazenby) e tem apenas 36 anos – tenha alguma chance?

Bond 25 será dirigido por Cary Fukunaga a partir de roteiro de Scott Z. Burns sobre história de Robert Wade e Neal Purvis; e o elenco traz a volta de Daniel Craig em (provavelmente) seu último filme como 007 mais o elenco fixo de Ralph Fiennes (M), Naomie Harris (Moneypenny) e Ben Whishaw (Q), além do inédito retorno de uma Bondgirl com Léa Seydoux (Madeleine Swann). A estreia será em 08 de abril de 2020.