Geralmente, não cobrimos o lançamento de singles ou videoclips, mas vamos fazer uma exceção! Hoje, o cantor britânico Liam Gallagher lançou o tocante vídeo de One of us, single que promove seu segundo álbum solo, Why Me? Why Not, e o usa para celebrar os 10 anos do fim do Oasis, a seminal banda britânica dos anos 1990 da qual foi o vocalista.

PALAFRUGELL, SPAIN – JULY 27: Liam Gallagher performs on stage during the Cap Roig Festival on July 27, 2019 in Palafrugell, Spain. (Photo by Jordi Vidal/Redferns)

No clipe e na letra, Liam manda sem muito disfarce, mensagens ao seu irmão e companheiro de banda, Noel Gallagher, para que deixe de lado o rancor (sacou a referência?) e permita a reunião do grupo, que encerrou as atividades exatamente no dia 29 de agosto de 2009. E para não deixar dúvidas, a data aparece expressa em uma porta em meio ao vídeo.

Veja o clipe:

One of us é mais uma bela canção da carreira solo de Liam Gallagher, que vem acertando bonito desde o disco anterior, As You Were, de 2017. No belo vídeo, escrito por Steven Knight e dirigido por Anthony Byrne, o vocalista caminha por uma colina em preto e branco ornada com fotografias reais de sua infância ao lado do irmão Noel e de Paul (o irmão do meio que não é famoso). Toda a ação é mediada por três atores que fazem as vezes das crianças e interagem com o músico e a imagem de três cadeiras vazias.

Noel e Liam Gallagher em um pub nos anos 1990.

O Oasis foi fundado por Liam Gallagher e outros companheiros em 1991, mas “decolou” após o ingresso do irmão Noel, como guitarrista e principal compositor. A dinâmica explosiva dos vocais de Liam e as grandes composições de Noel – além da turbulenta relação entre eles – levou a uma escalada rápida e sem precedentes, com o Oasis lançando seu primeiro álbum em 1994 e já virando um fenômeno no Reino Unido (foi o disco de estreia mais vendido da história), se espalhando como um rastro de pólvora pelo restante da Europa e chegando aos Estados Unidos (embora este país foi mais reticente à força dos Gallagher).

O Oasis por volta de 2002.

O sucesso foi consolidado com o álbum (What’s the Story?) Morning Glory, de 1995, que trouxe os clássicos imortais Wonderwall e Don’t look back in anger, que é considerado o melhor disco do grupo e seu apogeu criativo. Ainda assim, após um período de “baixa”, causado por brigas, confusões e, principalmente, abuso de drogas, o Oasis conseguiu se reinventar no início dos anos 2000, mudou sua formação e voltou a apresentar uma obra relevante e a fazer sucesso como antes, em discos como Don’t Believe the Truth (2005) e Dig Your Soul (2008).

Mas a banda chegou ao fim em 29 de agosto de 2009, durante a turnê de promoção daquele álbum, quando minutos antes de um show em Paris, uma briga derradeira entre Liam e Noel levou a este a abandonar o grupo e anunciar sua saída, deixando os franceses na mão.

Desde então, o guitarrista e compositor se lançou em carreira solo, sobre a alcunha Noel Gallagher and the High Flying Birds, e já lançou quatro álbuns bem recebidos pela crítica.

Liam permaneceu unido aos demais membros do Oasis e formou o grupo Beady Eye, que lançou dois álbuns e se apresentou no encerramento das Olimpíadas de Londres, em 2012; mas encerrou as atividades pouco tempo depois e se retirou da música por alguns anos, até retornar em 2017 com o primeiro álbum solo As You Were, que foi um grande sucesso de público e crítica; e terá como sucessor Why Me? Why Not, que chega Às lojas em 20 de setembro.

A volta do Oasis é um dos temas favoritos no Twitter há alguns anos e a imprensa britânica toca no assunto quase diariamente, trazendo novos capítulos das trocas de farpas entre os dois irmãos, que nunca se reconciliaram depois da briga de 10 anos atrás. Contudo, nos últimos tempos, Liam tem se mostrado favorável ao retorno do grupo, enquanto Noel firma sua posição de não querer mais tocar ao lado do irmão.

O HQRock tem um Dossiê Especial com a Discografia Completa do Oasis e sua Biografia. Veja aqui!