Ontem, 30 de agosto, a banda norteamericana Nirvana disponibilizou o célebre concerto Live and Load na íntegra em vídeo e streaming, por meio das plataformas YouTube e Spotify, respectivamente. É uma jogada para promover o relançamento do álbum, originalmente lançado em 2013, que agora sai no formato vinil com dois LPs.

Live and Load foi um especial da emissora americana MTV e consiste na filmagem do concerto que a banda realizou no Seattle’s Pier, em sua cidade natal, Seattle, em 13 de dezembro de 1993, no encerramento da turnê pelos EUA, que foi a sua última no país. O show traz uma performance explosiva da banda, num dos melhores – senão o melhor – registro do grupo ao vivo.

Mais interessante ainda, Live and Load havia saído em DVD e Blu-ray em 2013, mas nunca havia sido lançado em áudio como agora.

Kurt Cobain.

Live and Load foi gravado no contexto do lançamento do álbum In Utero, de 1993, que terminou sendo o último de estúdio do Nirvana, que chegou às lojas em setembro daquele ano, ao mesmo tempo em que o grupo caía na estrada para sua última turnê nos EUA, entre outubro e dezembro daquele ano. Tocar em Seattle foi como um fechamento de círculo, com a banda voltando para casa após ter se tornado uma estrela mundial.

Contudo, o concerto de 13 de dezembro de 1993 não foi o último do Nirvana em Seattle, pois a banda realizou outro show na cidade, em 07 de janeiro de 1994, na Seattle Arena.

Nirvana: do cenário alternativo para o topo do mundo.

Dali, o Nirvana embarcou para uma turnê europeia em fevereiro e que terminou em 04 de março de 1994, após um show em Roma, quando Kurt Cobain foi encontrado desacordado, quase morto, por sua esposa, Curtney Love, no quarto do hotel. A turnê foi cancelada, Cobain mandado de volta aos EUA e obrigado a se internar em uma clínica de reabilitação por causa de seu vício em heroína. Mas pouco depois de um mês disso, em 08 de abril de 1994, o músico foi encontrado morto em sua casa, após cometer suicídio.

O especial da MTV Live and Load foi uma espécie de contraponto ao MTV Unplugged, na qual o Nirvana toca apenas instrumentos acústicos e foi gravado em novembro e exibido em dezembro de 1993 com bastante sucesso. Com o título de Unplugged in New York, a apresentação foi o primeiro álbum póstumo do grupo, lançado em agosto de 1994. O Live and Loud, por sua vez, apesar de exibido algumas vezes, só chegou às lojas em 2013 e apenas em vídeo, em DVD e Blu-ray.

O Nirvana em 1992, com Cobain, Novoselic e Grohl.

Em disco, o Nirvana havia lançado alguns outros títulos ao vivo, como From the Muddy Banks of Whiskah (1996), que copilou faixas de concertos ao longo da carreira do grupo; e Live at Reading (2009), trazendo a célebre apresentação da banda no Festival de Reading, na Inglaterra, em 1992. Em vídeo, foi lançado o Live at Paramount, em 2012, outro concerto em Seattle, agora no Paramount Theather, em 1991, exatamente no momento em que a banda começava a galgar o sucesso nacional. Porém, embora disponível apenas em Blu-ray, as faixas terminaram lançadas também na edição especial do álbum Nevermind (1991) como bônus. De modo similar, faixas do Live and Loud estão na edição especial de In Utero (1993).

Com Live and Load em vídeo e áudio disponível ao público, a música do Nirvana ganha uma grande janela de exposição.

O set list do show é o seguinte:

  1. Radio Friendly Unit Shifter
  2. Drain You
  3. Breed
  4. Serve the Servants
  5. Rape Me
  6. Sliver
  7. Pennyroyal Tea
  8. Scentless Apprentice
  9. All Apologies
  10. Heart-Shaped Box
  11. Blew
  12. The Man Who Sold the World (David Bowie’s cover)
  13. School
  14. Come as You Are
  15. Lithium
  16. About a Girl
  17. Endless, Nameless

Na ocasião, além da formação oficial com Kurt Cobain (voz e guitarra), Krist Novoselic (baixo) e David Grohl (bateria e voz), o Nirvana contava também com Pat Smear (guitarra e vozes auxiliares).

O Nirvana foi fundado em 1987 por Kurt Cobain (voz e guitarra) e Krist Novoselic (baixo), em Alderbeen, uma cidadezinha vizinha a Seattle. A dupla já vinha tocando em outros grupos amadores nos dois anos anteriores. Em 1988, o Nirvana chamou a atenção e assinou contrato com o selo Sub-Pop, um dos principais do meio alternativo dos EUA, e lançou seu primeiro álbum, Bleach, em 1989, fazendo algum alarde no underground.

O Nirvana em 1993, com Grohl, Novoselic, Cobain e Smear.

A divulgação do disco em shows e o lançamento de alguns compactos foram tornando a banda cada vez mais popular, o que só aumentou com a entrada do baterista David Grohl, em 1990, o que levou o grupo a assinar um contrato com a Geffen Records, uma grande gravadora. Daí, o álbum Nevermind (1991) virou um fenômeno cultural, sendo sucesso no mundo inteiro e transformando o Nirvana na principal banda de rock dos anos 1990 e Kurt Cobain num tipo de guru, posição que sempre achou desconfortável.

Os problemas com drogas do compositor só aumentaram, culminando com seu suicídio em 1994 e o fim da banda.

Curta também nossa Playlist especial do Nirvana!