Embora a noção de identidade secreta não tenha nascido com o Superman – outros personagens da literatura mundial já adotavam o estratagema, como o Zorro – sem dúvidas, o super-herói da DC Comics foi um dos principais artífices da popularização do conceito. Ainda mais porque muitas de suas histórias antigas giravam em torno de Lois Lane tentando descobrir quem ele era, enquanto não percebia que era seu colega de trabalho, o intrépido, tímido e covarde repórter Clark Kent. Mas isso vai acabar! A DC Comics revelou que o Superman vai revelar sua identidade secreta ao mundo numa história a ser publicada em dezembro próximo.

A revelação ocorrerá em Superman 18, a última revista deste ano que traz a saga criada pelo escritor Brian Michael Bendis e desenhada pelo brasileiro Ivan Reis. As consequências da trama seguem em Lois Lane 07, na qual a repórter, e agora, esposa do herói, terá que lidar com o fim do segredo.

Os fãs já estão estipulando que a revelação tem relação com a saga Doomsday Clock (escrita por Geoff Johns e desenhada por Gary Frank) que traz pela primeira vez a interação dos personagens da DC Comics com o universo de Watchmen, a histórica saga criada por Alan Moore e Dave Gibbons, em 1986. Watchmen foi publicada pela DC e seus personagens sempre lhe pertenceram, mas até Doomsday Clock, seus personagens e tramas nunca haviam interagido com o universo DC tradicional, com Superman, Batman, Mulher-Maravilha e companhia.

Na trama de Doomsday Clock, Batman vai paulatinamente descobrindo a existência do Dr. Manhattan e que ele foi o responsável pela manipulação da realidade que enfrentaram recentemente – que é o reboot Os Novos 52 (2011) e sua “correção” com Rebirth/ Renascimento; eventos que mudaram a cronologia da editora, estabelecida após a saga Crise nas Infinitas Terras, de 1985 – ao mesmo tempo em que Manhattan tenta convencer o mundo de que o Superman é uma ameaça.

A conclusão de Doomsday Clock (Relógio do Apocalipse), com a edição 12, deve chegar às bancas em dezembro, ao mesmo tempo em que Superman 18. É possível presumir que Superman irá contar ao mundo que é Clark Kent como uma forma de reconquistar sua confiança.

Detalhe da capa de Superman 18 por Ivan Reis.

A DC é afeita a mudanças dramáticas, mas em sua cronologia padrão (com e sem reboots) a identidade secreta do Superman era algo intocável.

Infelizmente, o hábito da DC de desfazer tudo (mortes, mudanças de status) com seus reboots – explicados por meio de manipulações da realidade tal qual a do Dr. Manhattan – tira a força desses momentos. Ainda mais quando as “viradas” e mudanças ocorrem em janelas de tempo cada vez mais curtas.

De qualquer modo, se for duradoura e não mudável, o Superman perder sua identidade secreta é um grande feito. E mesmo que tudo mude daqui há dois anos (o que é muito, muito, muito possível), ainda assim, num contexto imediato, pode gerar uma grande história nas mãos de alguém habilidoso como Brian Michael Bendis.

Vamos esperar.