Já faz alguns anos que está em desenvolvimento um filme sobre o Adão Negro/ Black Adam, o principal vilão dos quadrinhos de Shazam!, e agora, o ator Dwayne “The Rock” Johnson oficializou a data de lançamento do filme, junto com uma arte oficial do personagem e uma mini-sinopse!

Black Adam: vilão ou anti-herói?

A data de lançamento é marcada para 22 de dezembro de 2021, o que aponta para a produção do longa ser iniciada muito, muito em breve. No máximo, as filmagens devem começar no meio do ano que vem, pelo cronograma usual.

A imagem mostra The Rock como o (anti-herói?) vilão numa arte de Jim Lee e do artista BossLogic. Lee é um dos maiores desenhistas da contemporaneidade e um dos preferidos dos fãs, além de ser um dos chefes de criação da DC Entertainment.

A sinopse deixa muito claro qual será a abordagem que o personagem terá no filme:

Adão Negro é abençoado pela magia com poderes iguais aos do Superman, mas com a diferença de que ele não é tão certinho nem anda tão na linha. Ele é rebelde, um tipo de super-herói, que sempre faz o que é melhor para as pessoas, mas que faz do seu jeito. Verdade e Justiça… no jeito do Adão Negro.

A menção ao Superman (e à Verdade e Justiça… seu antigo lema) não é acidental. Por essa sinopse, a DC Comics (e a Warner) tentarão vender Black Adam como um tipo de Superman negro, sem ser o “escoteiro azul” tradicional do homem de aço.

No texto do Twitter em que trouxe a revelação, Johnson deixa bem claro que desde os 10 anos de idade se encantou com o “maior herói de todos”, o Superman, mas ao crescer percebeu que não poderia ser o homem de aço, por causa de seu temperamento, de não aceitar autoridade etc., mas ainda assim, era um bom garoto. Então, pegou seu mesmo DNA e levou para o Adão Negro.

Neste sentido é bem possível que Black Adam traga uma trama à lá Hancock, o filme de Will Smith que também trazia um Superman negro: uma história de redenção. De um cara que não é “certinho”, mas é um herói ao seu modo. A sinopse ressalta que ele é um herói, então, dado ao histórico de personagens de Dwayne Johnson, o Adão Negro dos cinemas simplesmente será um herói invocado, que faz as coisas do seu jeito, mas é um herói.

O texto não deixa claro se o tom do filme será mais comédia – como foi seu “irmão” Shazam! (e é a praia habitual de Johnson) – ou mais sombrio – que voltarão à tona na DC com o sucesso de Coringa. A imagem sugere um pouco mais a segunda opção, mas é muito cedo para afirmar.

De qualquer modo, o filme se concentrará numa versão heroica do Adão Negro e isso é um tipo de ruptura em relação ao material original dos quadrinhos.

Black Adam foi criado por Otto Binder e C.C. Beck, estreando em Marvel Family 01, de 1945, como um vilão do Capitão Marvel (ou Shazam como é conhecido hoje), na editora Fawcett Comics. Desde a incorporação do personagem e seu universo à DC Comics e, mais ainda, nas histórias do século XXI, o Adão Negro é tratado como um tipo de anti-herói que se corrompeu com o tempo, mas hoje busca limpar seu nome, particularmente nas mãos do escritor Geoff Johns em sua longa temporada na revista da Sociedade da Justiça. Ainda assim, seu temperamento e sua moral dúbia o tornam um oponente perigoso aos heróis da DC.

O Adão Negro já teve algumas célebre batalhas com o Superman e durante um tempo se cogitou que Dwayne Johnson iria enfrentar Henry Cavill nos cinemas, inclusive, com o anti-herói cotado para O Homem de Aço 2. Mas a Warner não parece interessada em levar o último filho de Krypton aos cinemas tão breve. Por outro lado, a menção ao herói na sinopse sempre deixa uma esperança…

Black Adam, o filme, serve como um tipo de spin-off de Shazam!, tal qual também o foi nos quadrinhos.

Até onde se sabe, Black Adam tem como roteirista Adam Sztykiel (de Rampage – Destruição Total, que é outro filme de Johnson).